Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Comportamento nas redes sociais podem afetar busca por emprego

A- A+

Postagens antigas em redes sociais, divulgadas fora de contexto e que custaram o emprego dos sonhos. Essa foi a história do americano Ethan Czahor, mas poderia ser a sua. Em uma época na qual os perfis em sites de relacionamento expõem a vida das pessoas, o seu comportamento público pode afetar diretamente as relações profissionais e, quem sabe, barrar o acesso a alguma vaga no mercado.

Quando o comportamento é prejudicial

Ethan Czahor havia recém saído da faculdade e foi estudar Comédia de Improviso no oeste de Hollywood. Na época, ele utilizou sua conta no Twitter para testar a resposta do público às piadas e frases bem humoradas que ele publicava. Com o passar do tempo, o humor foi deixado de lado e a página no microblog também. Até que alcançasse uma profissão de destaque.

“Muitos anos e mudanças de carreira depois, após ter sucesso no mundo das startups e lutado contra doença de Lyme, eu cheguei ao meu emprego dos sonhos: diretor técnico de operações políticas de Jeb Bush”, diz, na página oficial do seu novo projeto. Mas a posição de destaque gerou pesquisas sobre seu comportamento no passado e apareceu a publicação inadequada de algumas piadas de mau gosto dos anos como humorista. Resultado? Ele acabou sem o emprego.

Mas Ethan soube transformar o problema em sucesso ao criar um aplicativo chamado Clear Beta, que limpa as suas páginas em redes sociais e elimina os posts com possíveis polêmicas e críticas. É claro que nem sempre é assim que acontece e muitas pessoas perdem o emprego ou sequer são chamadas para entrevistas em função do seu comportamento nas redes. Vale ficar alerta.

seudinheiro-Comportamento

Hábitos e comentários nas redes sociais são cada vez mais analisados. Foto: iStock, Getty Images

Segundo um estudo do site CareerBuilder, especializado em empregos, quase 40% dos empresários analisam o comportamento virtual dos candidatos a vagas nas suas empresas.

Para evitar que o resultado dessa pesquisa seja negativo, o gerente de Transição de Carreira da Thomas Case & Associados, Gabriel Toschi, especialista em gestão de pessoas e carreiras, indica: “Não xingue e não reclame nas redes. Isso pode passar a imagem de uma pessoa indelicada e negativa”.

Toschi avalia ainda que o bom uso do português é fundamental. “A informalidade das redes não te dá o direito de escrever errado”, afirma.

Para ele, é importante cuidar ainda com a privacidade dos posts. Nem tudo precisa ser dividido com todos os seus amigos da rede.

Outra dica é evitar o posicionamento público sobre questões polêmicas, como política e religião. “Assim como esses temas podem produzir efeitos positivos, como identificação e concordância, também podem provocar efeitos negativos, como desarmonia, discordância e rompimento”, explica.

Você vai se interessar por:

Código promocional encontrado em redes sociais é confiável?

Empresas apostam cada vez mais no mobile marketing

Como arrumar um emprego novo antes de deixar o anterior

Como ter um comportamento adequado nas redes

Alguns cuidados são importantes para evitar que as redes sociais minem a sua carreira. A foto do perfil, por exemplo, deve respeitar a imagem que você quer passar para todas as pessoas, e não apenas para seus amigos e familiares.

“Deve condizer com a imagem que a pessoa terá caso te conheça pessoalmente. Certamente, você não a encontrará com copos na mão, filhos no colo ou chapéu. Sua foto deve transmitir seriedade e profissionalismo”, explica Toschi.

Para quem já está empregado, o cuidado deve ser com o comportamento em relação às postagens curtidas, compartilhadas ou publicadas. “Muitas de suas movimentações na rede profissional podem ser visíveis aos seus contatos, como atualizações do seu perfil. Cuidado para que suas movimentações não deixem claro suas intenções de buscar uma nova colocação para seu atual empregador, por exemplo”, conclui.

 

Gostou das dicas para melhorar seu comportamento nas redes sociais? Compartilhe!

como funciona o auxílio maternidade
como funciona o auxílio creche
como funciona o auxílio doença
descontro de empréstimo consignado
celular 2g 3g ou 4g
compra consciente