Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Compare juros antes de fechar o pedido de empréstimo

A- A+

O empréstimo é uma alternativa comum no país, pelo menos de acordo com o que aponta pesquisa realizada no ano passado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em parceria com o Portal Meu Bolso Feliz. Os dados revelam que três em cada dez brasileiros já recorreram ao crédito consignado. Se essa também é a sua alternativa, compare juros antes de fechar o negócio.

Afinal, são eles os responsáveis por aumentar a dívida e tornar mais difícil o seu pagamento. A comparação deve ocorrer não apenas entre as modalidades disponíveis no mercado, mas também entre um banco e outro. Mesmo quando a diferença de porcentagem parece pequena, ela pode ser determinante na sua renda.

Compare juros pela internet

Se você não tem tempo para ir até diferentes bancos e buscar informações sobre as taxas aplicadas para empréstimos, compare juros através do site do Banco Central. Estão disponíveis informações sobre modalidades de crédito como empréstimo consignado, pessoal, cheque especial e mesmo financiamentos.

Como os dados são atualizados de forma constante, uma opção é acompanhar, ao longo de algumas semanas, as variações ocorridas entre uma instituição bancária e outra. Assim, fica mais fácil determinar qual é a alternativa mais barata para o seu bolso.

Depois desse levantamento prévio, é hora de ir até o banco e negociar com o gerente. As informações que você recolheu durante a sua pesquisa podem ser utilizadas para conseguir vantagens e taxas mais atrativas.

Comparar os juros garante segurança para o seu orçamento pessoal. Foto: iStock, by Getty Images

Antes de solicitar o empréstimo, compare juros e garanta mais economia. Foto: iStock, Getty Images

Compare juros e prazos

Mas nem só os juros devem ser considerados na hora de escolher onde realizar o seu empréstimo. O prazo para parcelamento, por exemplo, também exige a sua atenção. Para definir esse tempo, é fundamental conhecer a sua renda. A partir de uma análise do orçamento, é possível definir qual é o valor máximo que a prestação pode ter.

Nesse processo, não se esqueça que aumentar o prazo pode aliviar as contas de forma mais imediata, mas também representa o aumento da dívida, a partir dos juros. Para descobrir qual é o número mais adequado de parcelas, a dica do educador financeiro Conrado Navarro é contar com um planejamento doméstico bem estruturado, em que todas as contas sejam anotadas.

Enquanto as despesas básicas como água e pagamento do aluguel precisam ser mantidas, avalie outras que podem ser cortadas, especialmente entre os supérfluos. Navarro lembra que essa é uma situação temporária, mas que exige a colaboração de todos.

Monitore o seu CPF

Para conseguir um empréstimo, é importante que o seu nome não esteja na lista de negativados. Para evitar problemas, uma alternativa é estar sempre atento ao seu CPF. Com o Vivo Alerta CPF, desenvolvido em parceria com parceria com a Serasa Experian, você monitora o seu CPF e recebe alertas quando alguma movimentação ocorre. Assim, é possível  estar informado sempre que:

  • Ocorrer uma alteração no status de seu CPF nas bases de dados da Serasa Experian
  • Uma empresa consultar seu nome nas bases de dados da Serasa Experian
  • Uma empresa estiver prestes a negativar o seu nome nas bases de dados da Serasa Experian.
> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Gostou das dicas para comparar juros de empréstimos?  Compartilhe!

Empréstimo ou financiamento
sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns