Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Como a sobrecompra e sobrevenda de ações influencia no investimento

A- A+

Para quem está começando a investir em ações ou pensando em ingressar nesse mercado, há uma série de termos que parecem um tanto complicados. A sobrecompra e sobrevenda são exemplos típicos. Mas apesar do teor técnico, a explicação não é assim tão difícil de entender. Você já está habituado a eles?

Análise de sobrecompra e sobrevenda de ações

Alguns indicadores ajudam a verificar as tendências de preços de ativos na Bolsa. Foto: iStock, Getty Images

O que é sobrecompra e sobrevenda de ações

“Quando falamos em sobrecompra e sobrevenda, significa dizer que as negociações estão acima ou abaixo do preço justo de um determinado ativo”, explica Anderson Mozzi, assessor de Investimentos da Elite Corretora de Câmbio e Valores Mobiliários. Para entender melhor, veja detalhes sobre as duas operações:

Sobrecompra

Significa que um ativo passou por um movimento de valorização intenso ou prolongado e está próximo de reverter, ou seja, iniciar um movimento de baixa. “Esse fato proporciona um risco maior para as operações de compra”, destaca Mozzi.

Sobrevenda

Significa que um ativo passou por um movimento de desvalorização intenso ou prolongado e está próximo de reverter, ou seja, iniciar um movimento de alta. Conforme Mozzi, essa trajetória proporciona um risco para as operações de venda.

“Sabendo desses movimentos, o investidor pode buscar um preço justo de compra ou venda para seus ativos. Eles são válidos para todos os tipos de negociações no mercado de capitais”, sustenta Mozzi.

Como identificar a movimentação

Para conseguir identificar essas posições durante o pregão, o que pode eliminar perdas desfavoráveis, você pode observar alguns indicadores, como as médias móveis, clímax e estocástico. Saiba mais sobre elas:

Médias móveis

Trata-se de um dos indicadores mais utilizados. Para fazer a média dos preços de um ativo no período é preciso determinar a quantidade de dias e aplicar essa informação em um gráfico.

Supondo que um ativo será analisado por dez dias, o sistema fará uma média dos dez últimos preços (geralmente, os de fechamento). O valor do novo dia é sempre adicionado à média, enquanto o do dia anterior é subtraído. É com essa metodologia que o gráfico se desloca.

Clímax

Esse indicador faz um teste diário dos movimentos de um índice para sua validade. Sua principal função é avisar quando determinado índice (o Bovespa, por exemplo) está ficando sobrecomprado ou sobrevendido.

Seu principal diferencial é que ele determina o valor pela soma das partes em vez de processar o cálculo sobre o todo. Como informa o verdadeiro estado técnico pelo saldo das OBVs das ações que compõem o índice (e não sobre o iBovespa), ele reduz muito a chance de erro.

Estocástico

Ele pertence à família dos indicadores de momento do arsenal da análise gráfica. Ele foi desenvolvido especialmente para mostrar a relação entre o preço do fechamento de uma ação e suas máximas e mínimas em certo período.

Para prever os movimentos nos preços de mercado, ele não segue as tendências de valor ou volume. O estocástico segue a velocidade no momento do preço. Como regra, os movimentos no momento mudam antes do preço.

Você vai se interessar por:

Segurança para você e sua família

Mais do que estar com suas finanças protegidas, manter a segurança da sua família é a melhor cobertura. Com o Seguro de Vida Plus, você protege seus beneficiários em caso de morte e morte acidental e ainda conta com auxílio funeral. Entre em contato com Central de Relacionamento – Parceria Seguros Vivo e contrate o seu.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

Gostou de saber mais sobre sobrecompra e sobrevenda? Compartilhe!

O controle financeiro pessoal e o futebol
quando vale a pena comprar título de capitalização
oscilações da Bolsa de Valores
investir para viajar
agência de classificação de risco
investimento para quem tem ate R$ 10 mil