Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Como organizar a vida financeira de um casal

A- A+

Na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza. Os votos de amor são lindos quando ditos em frente ao altar. Mas no dia a dia da vida a dois, dinheiro é assunto sério. Esteja você próximo do “dia do sim” ou em plena “crise dos sete anos”, é importante saber como organizar a vida financeira de um casal e evitar que problemas minem a relação.

Como organizar a vida financeira de um casal

É fundamental que o casal crie o hábito de conversar abertamente sobre dinheiro. Foto: iStock, Getty Images

Como organizar a vida financeira de um casal

O ideal é começar ainda no namoro, aprendendo a economizar juntos para atingir objetivos comuns, como uma viagem de férias. Mas antes tarde do que nunca. Veja como organizar a vida financeira de um casal em quatro dicas e descubra o que vocês podem fazer para manter a harmonia no lar.

1. Converse

Falar de dinheiro ainda é um tabu para muitos casais, mas alimentar esse hábito é saudável para as finanças. Cada um deve ser transparente quanto aos seus rendimentos e as decisões devem ser tomadas em conjunto. Lembre-se que muitos relacionamentos terminam por motivos financeiros. Então, cultive atitudes positivas desde já.

2. Identifique o perfil

Geralmente, os cônjuges são diferentes em relação às finanças. É importante identificar quem é o mais gastador e quem é o mais poupador da relação. Este último é o mais indicado para assumir a planilha do orçamento da casa. Mas atenção: isso não significa que deverá fazer tudo sozinho. O gastador também deve colaborar, porém não deve se responsabilizar pelo controle.

3. Definam o pagamento das contas

Uma dos grandes motivos de brigas entre casais é na hora de dividir as contas. Para evitar essa situação, é importante que a divisão seja definida ainda antes do casamento, mas sem radicalismos. Alguns preferem dividir tudo ao meio, enquanto outros casais preferem pagar de forma proporcional ao salário, sobretudo quando há muita diferença nos rendimentos.

Uma opção interessante é abrir uma conta conjunta para as despesas da casa, utilizando as sobras de forma separada – seja para uso pessoal ou mesmo para poupar para as férias ou outros projetos do casal.

4. Aprendam a poupar e investir

É fundamental que um casal possua uma reserva financeira. Afinal, ninguém está livre do desemprego ou de um imprevisto. No atual cenário, então, nem se fala. Quando os dois estiverem firmes no hábito de poupar e já possuírem recursos para uma emergência, é hora de aprender a investir e multiplicar o dinheiro.

Você vai se interessar por:

Aproveite os benefícios do cartão

E na hora de gastar ou pagar por suas compras, para quem usa o cartão com consciência e aproveita todos os seus benefícios sem comprometer o bolso, é só escolher aquele que mais se adapta às suas necessidades e exigências.

Com os Cartões de Crédito Vivo, você pode parcelar em até 12 vezes sem juros nas lojas Vivo e somar pontos no programa de recompensas Vivo Valoriza. Oferecidos em parceria com o Itaú e o Santander, eles também dão bônus e pontos para você falar mais em ligações para telefone fixo ou de longa distância, enviar SMS e acessar a internet, além de descontos em cinema e muitas outras vantagens.

> Cartões de Crédito Vivo: Conheça as vantagens

Aprendeu como organizar a vida financeira de um casal? Compartilhe as dicas!

Dicas para quem pensa em vender bens para pagar dívidas
seudinheiro-Compras-de-supermercado
sair da casa dos pais
sonho de consumo
app para gastos pessoais
melhores universidades do brasil