Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Como o LinkedIn pode ajudar na sua recolocação no mercado

A- A+

Com a taxa de desemprego ultrapassando a casa dos 10%, conforme números divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), buscar uma recolocação no mercado não está sendo uma das tarefas mais fáceis atualmente.

Concorrência qualificada aliada à uma baixa oferta de vagas em um país mergulhado na crise política e econômica são fatores que complicam ainda mais a vida de quem quer se inserir novamente dentro do seu ramo de atuação.

Felizmente, assim como em quase todos os segmentos na vida, a tecnologia esta aí para ajudá-lo. O LinkedIn, por exemplo, é uma rede social que pode ser usada para se destacar profissionalmente e encontrar boas oportunidades de emprego.

Recolocação no mercado com o LinkedIn

Com caráter profissional, LinkedIn é uma rede social para estabelecer contatos. Foto: iStock, Getty Images

Recolocação no mercado com o LinkedIn em 3 passos

Mesmo que você não tenha ainda muita intimidade com o LinkedIn, pode alcançar bons resultados utilizando a ferramenta de modo correto. Confira três dicas do especialista em marketing digital Fábio Ricotta para conseguir a sua recolocação no mercado com a ajuda do LinkedIn.

1. Conecte-se com perfis de seu interesse

Se no Facebook você adiciona amigos, no LinkedIn, não é exatamente assim. O seu principal objetivo é se conectar com perfis de seu interesse e, através deles, tentar buscar informações e formas de contato com essas pessoas.

Segundo Ricotta, é possível ter acesso ao e-mail e até mesmo ao telefone desses perfis. E essa pode ser uma boa oportunidade de conseguir um contato mais direto, além de ser uma boa estratégia de pesquisa mais aprofundada sobre a sua área de atuação.

“Mantenha-se ativo dentro da rede social e, então, sempre que as pessoas interagirem com você, as conexões dela também receberão notificações, e isso pode ser uma ótima oportunidade para se conectar a ainda mais pessoas”, ensina o especialista.

2. Entre nas comunidades

No Facebook, existem os grupos; no LinkedIn, as comunidades. Como o foco da rede é discutir mais assuntos relacionados a carreiras e negócios, a maioria delas tratam de oportunidades de trabalho. Por isso, é fundamental marcar presença.

Observar os tópicos que geram mais engajamento e, em momentos oportunos, compartilhar conteúdos, sempre no sentido de ajudar, ou pedindo um feedback sobre algum material produzido, são alguns conselhos do especialista. “Em outras palavras, utilize as comunidades de forma inteligente”, explica Ricotta.

3. Publique conteúdos próprios

Assim como na timeline do seu Facebook, onde você publica textos sobre diversos assuntos, no LinkedIn, também é oportuno divulgar, com moderação, conteúdos relevantes. Embora essa pareça uma estratégia melhor para empresas, perfis pessoais também podem desempenhá-la com eficácia.

A dica é anotar o que está sendo debatido e quais postagens estão sendo mais curtidas, para então começar a publicar artigos. Aqui, novamente, as comunidades têm papel importante.

Para Ricotta, vale a pena se utilizar desses espaços para pedir opiniões e ideias para textos e vídeos, por exemplo. “Responda às perguntas das pessoas e peça sugestão de como você pode continuar os assuntos”, finaliza o especialista em marketing digital

Você vai se interessar por:

Economizar é preciso

Para quem busca uma recolocação no mercado de trabalho, o dinheiro tende a ser uma preocupação e a economia uma necessidade. Se esse é o seu caso, você pode realizar transações bancárias sem pagar taxas por isso, com toda comodidade.

Com o Vivo Zuum, uma conta pré-paga gerenciada pelo celular, você pode fazer pagamentos, transferências e até mesmo recarga de celular. Tudo isso sem mensalidades. Se preferir, você pode adquirir o cartão Vivo Zuum para fazer compras no débito e saques.

> Vivo Zuum: Tenha conta corrente com cartão, sem banco, sem complicação

Você já utiliza o LinkedIn para fins de recolocação no mercado? Comente!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria