Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Como negociar um bem alienado

A- A+

Negociar um bem alienado – que está financiado e ainda não quitado – é uma prática comum e legal. Entretanto, para precaver-se de problemas, o vendedor precisa cercar-se de alguns cuidados.

A venda de um carro alienado, por exemplo, exige a anuência do banco ou da instituição financeira. Sem essa autorização, mesmo que vendedor e comprador assinem e registrem em cartório um contrato de compra e venda, a transação não será oficialmente válida nem para o próprio agente financeiro nem para o Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Para aprovar a transferência de titular da dívida, o banco ou a financeira realizarão uma análise de crédito do possível comprador, a mesma efetuada quando da efetivação da primeira transação. O novo comprador só poderá assumir a dívida se comprovar condições financeiras de arcar com as parcelas, da mesma forma que o primeiro cidadão a firmar o financiamento com o agente financeiro.

alienado

Antes mesmo de terminar de pagar as suas prestações, qualquer mutuário pode negociar o imóvel ainda financiado. Foto: iStock, by Getty Images

Venda à vista é a mais indicada

Outra possibilidade de negociar um veículo alienado é encontrar um comprador com capacidade de bancar o carro ou a motocicleta à vista. Nessa situação, o vendedor utiliza o dinheiro recebido para quitar integralmente a dívida, fazendo com que o veículo seja desalienado. No fim das contas, o negócio pode ser bom para comprador e vendedor: enquanto o primeiro fica tranquilo de receber um carro sem dívidas, o segundo pode obter junto ao banco um bom desconto no saldo total de prestações antecipadas.

Antes de fechar negócio, porém, o primeiro passo do possível vendedor é descobrir o total devido ao agente financeiro. A partir deste valor e da quantia já paga ao banco, ele poderá estabelecer o preço que considerar justo para a venda do veículo.

Neste cálculo, também será necessário levar em conta se os impostos e as obrigações junto ao Detran e à Secretaria da Fazenda estão em dia. A lista inclui, por exemplo, itens como Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), licenciamento e seguro obrigatório. Caso haja algum débito, o valor também precisará ser negociado com o comprador – afinal, é preciso combinar quem irá pagar esta conta.

Cuidado com os contratos de gaveta

A venda de imóveis alienados também é comum. Antes mesmo de terminar de pagar as suas prestações, qualquer mutuário pode negociar o imóvel ainda financiado. Da mesma forma que ocorre com os veículos, a formalização do negócio exige a concordância do agente financeiro responsável pelo empréstimo para a compra do imóvel.

Nos casos de venda de imóveis, muitas pessoas optam pela transação por meio dos chamados “contratos de gaveta” – para evitar a reprovação do negócio em razão de restrições ou de outros critérios do agente financeiro, vendedor e comprador firmam um acordo à revelia do banco. Nele, o comprador assume, em cartório, o compromisso de pagar as prestações restantes até o final do contrato. Enquanto isso, o bem e o financiamento permanecem oficialmente no nome do primeiro comprador – agora, transformado em vendedor.

Antes considerados ilegais, estes documentos hoje são considerados dentro de lei. Entretanto, há riscos para os dois lados. Caso o comprador do contrato de gaveta não honre os pagamentos, é o nome do vendedor que será incluído nos cadastros de inadimplentes, uma vez que ele segue oficialmente como titular do contrato junto ao banco. Para o comprador, o risco é de que, em caso de morte do vendedor antes da transferência efetiva do bem,  haja dificuldades para a posterior comprovação e a validação do contrato.

Monitore o seu CPF

Para se proteger de entrar na lista de inadimplentes, você já imaginou um serviço que alerta cada vez que houver consultas ou movimentações em seu CPF? Entre as funções do Vivo Alerta CPF, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nas bases de dados da Serasa e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado. Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Gostou das dicas para negociar bem alienado? Deixe seu comentário.

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças