Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Como limpar o nome depois pagar as dívidas

A- A+

Basta descontrolar um pouco as despesas e deixar de pagar umas contas e seu nome vai parar diretamente em serviços de proteção ao crédito como SPC e Serasa. Pronto. Seu nome está sujo. Cheques sem fundo, faturas atrasadas de cartões de crédito ou carnês de lojas e empréstimos sem pagamento são algumas dos casos que colocam você nessa situação. Mas como limpar o nome?

Segundo levantamento feito pelo SPC, mais de 50 milhões de brasileiros têm contas atrasadas e nome sujo na praça. Sair da situação é um pouco mais difícil, mas não impossível. Exige controle e economia. Mas como limpar o nome depois que todas as dívidas foram pagas?

como-limpar-o-nome

Consumidor pode recorrer à justiça pedindo uma liminar para excluir cadastro. Foto: iStock, by Getty Images

 

Como limpar o nome: procedimentos

Depois que a situação melhorou para você e todos os seus débitos foram quitados, é hora de começar uma nova maratona: a de como limpar seu nome. As empresas e instituições financeiras têm até cinco dias úteis para informar aos serviços de proteção ao crédito do pagamento da dívida.

A partir dessa informação, o SPC e Serasa devem retirar o nome do consumidor das listas de restrições. O procedimento é válido tanto para o quem paga o débito integralmente como para quem renegociou e parcelou a dívida. Nesse caso, o consumidor deve ter o nome retirado dos cadastros de inadimplência já no pagamento da primeira parcela.

Se isso não acontecer, o consumidor pode recorrer à justiça pedindo uma liminar para a exclusão imediata dos cadastros, conforme orienta o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec). Ele também pode exigir o pagamento de indenização por danos morais, pela manutenção indevida de cadastro restritivo.

Como limpar o nome: cheque sem fundo e títulos protestados

No caso de dívidas com lojas e operadoras de cartões de crédito, o procedimento para limpar o nome é mais fácil. O consumidor descobre qual é a instituição credora, negocia e quita a dívida e depois só precisa esperar cinco dias para que seu nome seja retirado do cadastro restritivo.

O procedimento de como limpar o nome em caso de cheques sem fundos ou títulos protestados é mais complicado. Primeiro, em caso de cheque devolvido duas vezes, além do SPC ou Serasa, o nome do consumidor é registrado no Cadastro de Emitentes de Cheque sem Fundos (CCF), do Banco Central.

De acordo com o Idec, o próprio banco pode informar ao consumidor sobre número, valor e data do cheque devolvido. Em seguida, o consumidor deve procurar a pessoa ou empresa para quem foi emitido o cheque, regularizar o débito e recuperar o cheque.

O próximo passo é protocolar uma carta, juntando o cheque ou uma cópia, e recolher a taxa cobrada pelo banco para que este dê início à solicitação de exclusão do nome do consumidor do CCF.

No caso de título protestado em cartório, o procedimento é semelhante. “Vá ao cartório onde o título foi protestado e solicite uma certidão para saber quem o protestou. Em seguida, procure o credor e regularize o crédito”, indica o Idec.

info nome sujo

O consumidor deve apresentar uma declaração do credor confirmando o pagamento da dívida, com firma reconhecida, para o protesto ser cancelado. Ele precisa ir também ao SPC e Serasa com o comprovante do cancelamento do protesto para que seu nome seja excluído dos cadastros.

Monitore o seu CPF

Já imaginou um serviço que alerta cada vez que houver consultas ou movimentações em seu CPF? Entre as funções do Vivo Alerta CPF, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nas bases de dados da Serasa e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado. Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Gostou das dicas para limpar o nome? Compartilhe!

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças