Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Como iniciar um negócio na agricultura urbana, uma tendência mundial

A- A+

Quem foi que disse que não dá para ser sustentável e investir no plantio em meio a uma selva de pedra? Ao aprender como iniciar um negócio na agricultura urbana, você pode aderir a um mercado em ascensão. Conforme a Epea Brasil, empresa que presta consultoria para negócios nesses moldes, essa é uma tendência mundial.

Além do aspecto econômico, abrir uma empresa nesse setor representa também um ganho em saúde. Afinal, uma plantação no meio da cidade deve ser voltada à produção de alimentos orgânicos, uma vez que o uso de pesticidas pode causar prejuízos à população.

Não é à toa que cidades como Zurique, Montreal, Berlim e Nova Iorque já possuem fazendas urbanas – fato que vem se tornando realidade também no Brasil. Além do menor custo (e poluição) com transporte de alimentos, a qualidade promete ser melhor.

Como iniciar um negócio na agricultura urbana

Cultivo em área urbana deve priorizar a produção de alimentos orgânicos. Foto: iStock, Getty Images

Como iniciar um negócio na agricultura urbana

Quer aprender como iniciar um negócio na agricultura urbana? Confira os cinco passos essenciais desse modelo de empresa.

1. Busque conhecimento

O primeiro passo é, sem dúvida, entender bem o funcionamento de uma horta urbana antes de começar. Você precisa conhecer o solo, as culturas que pretende plantar e, sobretudo, a rega adequada para cada uma delas. Também é fundamental saber se elas se adaptam ao clima de sua cidade. Há inúmeras entidades voltadas à agricultura, inclusive cooperativas, que disponibilizam estudos.

2. Encontre espaço

Um dos maiores desafios das grandes cidades é encontrar um espaço adequado, com solo bem tratado. Será mesmo? As metrópoles possuem uma larga vantagem em relação ao campo: até mesmo contêineres podem ser utilizados. A vantagem é que você pode movê-los para que se adaptem melhor à posição solar. Também é possível optar por canteiros, mas nesse caso é necessário fazer um estudo mais aprofundado do solo.

3. Diversifique as culturas

Bom, essa dica não é novidade para ninguém (ou não deveria ser). Desde as séries iniciais da escola, aprendemos que a diversificação de culturas fortalece o solo, mantendo-o mais fértil. Na horta urbana, o princípio é o mesmo, porém não é indicado variar muito. Em uma produção de menor escala, uma grande diversidade pode ser prejudicial. O melhor é investir em poucas culturas e trocá-las periodicamente.

4. Fabrique seu próprio composto

Outra dica que pode parecer surreal, mas é absolutamente viável. Sim, é possível plantar sem o uso de adubos químicos. Conforme a Abrelpe (Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais), 54% do lixo das cidades é formado por compostos orgânicos. Quer mais riqueza que isso? Uma pequena parte dos resíduos da sua cidade pode enriquecer seu solo além do esperado.

5. Procure parcerias

Nem sempre uma pessoa só consegue fazer tudo. Você pode entender do plantio, mas é preciso colher, lavar, vender, administrar o negócio e divulgar. Se for do seu interesse, também pode pleitear uma certificação do produto orgânico, que é concedida pelo Ministério da Agricultura. Mas o processo pode demorar um pouco.

Você vai se interessar por:

Economizar é parte do sonho

Se você tem o sonho empreendedor, deve estar atento às oportunidades de economia. Que tal realizar transações bancárias sem pagar taxas por isso? Com o Vivo Zuum, uma conta pré-paga gerenciada pelo celular, você pode fazer pagamentos, transferências e até mesmo recarga de celular – tudo isso sem mensalidade. Se preferir, pode adquirir o cartão Vivo Zuum para fazer compras no débito e saques.

> Vivo Zuum: Tenha conta corrente com cartão, sem banco, sem complicação

Gostou das dicas sobre como iniciar um negócio na agricultura urbana? Compartilhe!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
feiras de trocas
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria