Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Como escolher cachorro para viver em apartamento

A- A+

O cachorro é o melhor amigo do homem. Sendo assim, muita gente não quer abrir mão de ter um animal de estimação mesmo morando em apartamento, local onde o cão não terá tanto espaço e liberdade para brincar nas condições mais favoráveis.

Se você mora em apartamento e não quer deixar de ter um amigo canino por perto, existem algumas regras e dicas que podem melhorar a convivência do animal com você e seus vizinhos.

Cães pequenos são a melhor opção. Foto: iStock, by Getty Images

Cães pequenos são a melhor opção. Foto: iStock, by Getty Images

Problemas de um cachorro vivendo em um apartamento

Antes de escolher a raça do cão de estimação que vai ornar com a decoração do apartamento, é preciso pensar muito antes da decisão de comprar ou adotar um animal. “O dono precisa assumir o compromisso de dar uma boa qualidade de vida ao cão”, explica a médica veterinária Silvia C. Parisi, no blog Web Animal.

De acordo com Parisi, para o cachorro se adaptar a vida em um apartamento, primeiro o dono terá que se adaptar ao modo de vida do animal. “Cães precisam de espaço para se exercitar e gastar energia. Eles precisam também de companhia”, conta. “Mesmo em apartamentos grandes, o cão vai sentir falta de espaço para satisfazer instintos caninos como farejar, cavar e correr.”

Entre os principais problemas gerados por essa falta de adaptação do cachorro ao confinamento em um apartamento estão desavenças com vizinhos graças a latidos e uivos, e mesmo a eventual destruição do seu espaço.

Algumas dicas podem melhorar o convívio do cão no apartamento. Entre elas está passear com o animal fora de casa pelo menos três vezes ao dia, por, no mínimo, 30 minutos. O dono precisa oferecer brinquedos para o animal não se entediar e não roer os móveis da casa. O cão também não deve ficar trancado em casa sozinho o dia inteiro.

orçmento canino

Melhores raças para viver em um apartamento

Uma maneira de evitar problemas com o cão no apartamento já começa na própria escolha da raça do animal. Ter cães grandes deve ser evitado, mesmo que o apartamento seja espaçoso. O mesmo vale para raças com alto nível de energia, que precisam de mais passeios e atividades, e cães pastores, que possuem tendência a latir mais.

O mais indicado para quem mora em apartamento é escolher raças pequenas ou médias e com baixo nível de energia. Algumas dessas raças são mais preguiçosas e por isso se adaptam melhor a espaços pequenos. Poodle, yorkshire, maltês, fox terrier, snhauzer, pinscher, dachshund, pug, buldogue inglês ou francês, chihuahua, spitz alemão são alguns exemplos.

Além de atenção, dedicação e tempo, manter um cachorro em apartamento também custa caro para o bolso do dono do animal. Além do preço do cachorro, que a depender da raça pode chegar a R$ 12 mil, o dono vai gastar com brinquedos para manter seu cão concentrado, alimentação, veterinário.

Gostou das dicas para escolher o cãozinho para ter em um apartamento? Compartilhe!

como economizar na limpeza
viagem com pets
Como tirar manchas de mofo e bolor da parede
Ela decidiu ter cachorro em apartamento
Mulher realiza permuta de imóveis
Área de lazer de prédio