Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Como ensinar educação financeira aos filhos

A- A+

Existem muitas lições que os pais devem passar aos filhos durante sua criação. Noções de respeito, honestidade e convivência social são algumas delas. Mas a educação financeira não pode ficar de fora. Mostrar aos pequenos, desde cedo, a importância de planejar gastos, cuidar bem do dinheiro e fazer com que ele renda pode ajudar no controle financeiro de toda a família.

Apresentando as finanças para os filhos

O processo de educação financeira para os filhos começa, antes de tudo, na educação dos pais. Enquanto você não aplicar as regras de controle de gastos na sua vida, o seu filho não conseguirá entender o que é economia. Crianças aprendem através de exemplos. Aquilo que você faz afeta o seu filho de forma muito mais rápida e intensa do que aquilo que você diz.

“Como a educação financeira é baseada em mudanças de comportamento e hábitos, é imprescindível que seja inserida já na fase infantil, pois as crianças estão mais abertas a novos conhecimentos e aprendem de forma muito mais rápida”, afirma o educador financeiro Reinaldo Domingos.

Educação financeira

Guardar dinheiro é um hábito que deve ser incentivado. Foto: Shutterstock

A partir dos 2 anos, as crianças começam a ter noções de desejo próprio e do que podem ou não. É nessa fase que você deve começar a mostrar que as compras são um processo de troca: você dá o seu trabalho em troca de dinheiro e depois dá esse dinheiro em troca de produtos ou serviços. Entendendo isso, seu filho verá que não se pode simplesmente gastar o dinheiro.

Não acostume seus filhos a receberem presentes sempre. Reserve datas especiais para que eles ganhem brinquedos novos ou algo que desejam muito. Isso ensinará a eles que nem sempre podemos ter tudo o que desejamos. O seu padrão de vida deve ser muito claro para as crianças. Elas precisam entender que cada um tem condições diferentes e, por isso, compra coisas diferentes.

Permita que as crianças tenham intimidade com o dinheiro, com o processo de compra, com os elementos que simbolizam a economia. Quando elas já conseguirem entender melhor como funciona o dinheiro, o que acontece por volta dos 11 anos, escolha um valor de mesada e dê um cofre. Explique que aquele é o lugar onde elas podem guardar os pequenos valores para fazerem compras maiores depois.

Também é importante que os filhos se familiarizem com a realidade financeira dos pais. Faça reuniões mensais ou quinzenais para discutir a renda da família e os gastos que poderão ser feitos naquele período. Escute o que eles têm a dizer, responda suas perguntas e peça para que ele liste as coisas que deseja. Depois disso, mostre a ele quais os desejos que podem ser realizados e quais precisam esperar.

infografico

Autonomia financeira dos filhos

Quando você cria filhos que entendem a importância de economizar e que sabem que, em determinadas épocas, o dinheiro fica mais curto, é mais fácil para que a família fique em uma situação mais equilibrada. Crianças que sabem que nem sempre é possível ter tudo o que se quer fazem menos pedidos e aceitam melhor os momentos de crise financeira na família.

Se a família passar por uma fase de dificuldade, a melhor estratégia é dar autonomia para as crianças. Eles possuem telefone celular? Dê a eles uma quantia limitada de créditos pré-pagos e peça para que administrem o uso desse valor. Querem muito comprar alguma coisa? Crie um valor de mesada, mesmo que baixo. Explicar que eles podem guardar para realizar um sonho ou concretizar um objetivo vai ajudá-los a entender a importância do dinheiro.

Conta pré-paga para se organizar

Se você pensa em dar mesada para o seu filho, conheça o Vivo Zuum, um serviço que funciona como uma conta corrente sem banco com cartão de débito vinculado, gerenciada via celular ou Internet. Não precisa ter conta em banco e nem comprovar renda. Saiba mais:

> Vivo Zuum: Tenha conta sem banco, com cartão de débito vinculado e sem complicação

Você tem uma boa dica para estimular a educação financeira dos seus filhos? Comente!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
É importante entender de finanças bem antes de sair de casa.
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria