Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Como definir o melhor canal de vendas para a sua empresa

A- A+

Você pode desenvolver um produto inovador, estabelecer um diferencial competitivo e reunir uma equipe talentosa, mas sem um canal de vendas capaz de atingir o público-alvo, não há como ter sucesso no empreendedorismo. Essa definição depende da estratégia empresarial, e traz impactos diretos sobre os resultados da companhia.

Loja física é canal de vendas

Lojas físicas estão entre os canais de vendas mais populares para os consumidores. Foto: iStock, Getty Images

Conhecendo as opções de canal de vendas

Antes de entender como fazer a melhor escolha, vale a pena resgatar o conceito. Entende-se por canal de vendas todos os meios pelos quais os consumidores chegam até um produto desenvolvido na indústria. Ou seja: o canal é o intermediador entre o processo que se inicia na linha de produção e termina na casa do cliente.

Há diversas opções de canal de vendas à disposição de quem pretende atingir o público-alvo. Conheça as principais a seguir:

  • Loja própria: trata-se de uma loja da marca que vende apenas os produtos desenvolvidos por ela.
  • Revendedores independentes: são os empresários autônomos, que vendem diretamente para o cliente final. Eles não têm vínculo de exclusividade com qualquer fornecedor.
  • Distribuidores: compram os produtos em grandes quantidades para revender para outros lojistas, por exemplo. Também são conhecidos como atacadistas.
  • Representantes comerciais: os representantes vendem os produtos em nome dos fornecedores. Uma marca de sapatos líder de mercado, por exemplo, costuma ter representantes por todo o Brasil para chegar até os lojistas.
  • Telemarketing: no telemarketing, é realizada a prospecção de clientes via telefone.
  • E-commerce: é o sistema de vendas que utiliza a internet para chegar até os consumidores finais.

Escolha deve considerar público-alvo

Para definir quais são os canais de vendas ideais para a sua empresa, você precisa conhecer a fundo o público-alvo. Nessa hora, um estudo de mercado, capaz de avaliar o comportamento e os hábitos de consumo dos clientes, pode fazer a diferença.

Agora, se você não tem recursos para contratar um estudo desse porte, algumas perguntas simples podem ajudá-lo a definir a estratégia. Reflita a respeito dos seguintes questionamentos:

  • Quem é o o meu público-alvo?
  • A qual necessidade o meu produto atende?
  • Quanto o mercado está disposto a pagar pelo produto?
  • Como o público-alvo busca informações sobre o produto?
  • Em quem o público-alvo confia para formar opinião?
  • Que lugares o público-alvo frequenta?

Com base nessas respostas, é possível definir de que forma o consumidor terá acesso aos produtos. Lembre-se que frustrar a experiência de consumo, oferecendo um produto ou serviço ao qual o consumidor não consegue ter acesso, traz consequências nocivas para a sua empresa.

Finalmente, é preciso salientar que, independentemente do canal de vendas escolhido, é necessário criar um padrão para que tudo funcione em harmonia. Trabalhe para que o DNA e os valores da sua marca estejam sempre presentes, a fim de fidelizar os consumidores e criar uma experiência consistente no médio e longo prazos.

Você vai se interessar por:

 

Gostou das dicas para criar seu canal de vendas? Compartilhe!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria