Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Como cortar gastos no supermercado de forma inteligente

A- A+

Você já deve ter reparado que a inflação chegou aos supermercados e elevou o custo dos alimentos. Se o seu salário parece não acompanhar a escalada de preços, pode parecer que não há como cortar gastos sem passar necessidade. Mas algumas adaptações podem resolver esse problema.

Naturalmente, eliminar despesas supérfluas é o primeiro e necessário passo. Até mesmo porque o ano de 2015 encerrou com o maior avanço da inflação em 13 anos (10,67%).. Além disso, em janeiro deste ano, o IPCA (índice oficial) aumentou mais 1,27%, puxado pelos preços dos alimentos e transportes.

Mulher sabe como cortar gastos no supermercado

Substituir marcas pode reduzir muito as despesas com as compras do lar. Foto: iStock, Getty Images

Como cortar gastos: 5 dicas

Modificar hábitos de consumo também pode representar um alívio para o bolso do consumidor, sobretudo quando estiver desfilando pelos corredores do supermercado. Confira cinco boas dicas:

Faça uma lista de compras

Tudo começa com a famosa lista de compras. Ela funciona como um guia para evitar que você coloque itens desnecessários no seu carrinho. Primeiro, verifique o que tem na sua despensa e na geladeira, para não comprar repetido – o que significa desperdício.

Neste quesito, um pouco de organização pessoal também ajuda. Prefira preparar primeiro alimentos que você já tem em casa, para evitar que estraguem dentro dos armários. Não há necessidade de comprar, por exemplo, novas qualidades de massa se você ainda tem pacotes fechados.

Substitua as marcas

Qualquer dona de casa sabe que os produtos de higiene e limpeza geralmente têm preço elevado. Se estiver ruim para o seu bolso, experimente trocar as marcas consagradas por outras que você ainda não conhece (como os produtos de marca própria). Além de economizar, você pode se surpreender com a qualidade.

Compre nas melhores datas

O que poucos consumidores sabem é que os supermercados também mudam os preços conforme o calendário. Após o dia 15, em função de uma série de prioridades do comércio, muitos produtos entram em promoção. Assim, a proximidade do fim do mês é a época mais propícia para fazer um rancho.

Estabeleça um valor para gastar

Os economistas são claros: para não entrar em dívidas, não se pode gastar mais do que ganha. Se você já separou o valor das suas despesas fixos, veja quanto pode gastar no supermercado e fique dentro do limite. Não adianta querer comprar as marcas mais caras se o seu orçamento não permite.

Evite congelados

A comida fresca é mais saudável e mais barata também. Dá um pouco mais de trabalho preparar os alimentos diariamente, mas a economia compensa. Quem consome bastante congelados poderá perceber uma grande diferença.

Você vai se interessar por:

Organize suas finanças

Para aprender como cortar gastos a controlar as contas do lar, é preciso ouvir quem sabe. Se você quer usar o seu dinheiro de um jeito mais inteligente, conheça o Vivo Finanças Pessoais. Com ele, você recebe mensagens e participa de jogos que lhe ajudam a controlar seus gastos, poupar e investir. E você ainda participa de sorteios diários.

> Vivo Finanças Pessoais: Receba dicas por SMS e concorra a R$ 2.500 todos os dias

Viu como cortar gastos depende apenas de você? Compartilhe essas dicas!

vale a pena usar roupas de marca
feiras de trocas
vale a pena economizar
dividir aluguel com alguém
limite do cartão de crédito
exemplos de produtos supérfluos