Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Como controlar orçamento de obra ao construir ou reformar

A- A+

Não importa se é construção ou reforma, uma obra pode virar sinônimo de pesadelo. Cronograma estourado, bagunça e desorganização e um monte de pedreiros andando de um lado para outro na sua casa podem fazer parte desse cenário. Isso sem contar que, sem o devido planejamento e cuidado, o orçamento de obra corre risco de sair do controle.

Como fazer orçamento de obra?

O primeiro passo para manter tudo sob controle é ter um orçamento. Ele vai estar diretamente ligado a um cronograma de etapas da construção e/ou reforma. Essas duas peças são essenciais para o planejamento financeiro do projeto e também seu bom andamento.

seudinheiro-Orcamento-de-obra

Todos os custos devem ser analisados antes de começar a obra. Foto: iStock, Getty Images

Nessa primeira etapa, na construção do orçamento da obra e do cronograma de etapas, você deve levar em consideração possíveis imprevistos e atrasos. Com um planejamento prévio, esses obstáculos são contornados mais facilmente, deixando uma margem de segurança financeira e de tempo para que todo o processo não saia do controle.

E o que levar em conta na hora de montar um orçamento de obra? Antes de fazer o planejamento, é preciso que você tenha o tipo de trabalho definido: construção, reforma ou decoração. Detalhes referentes a tamanho, cômodos e características da construção também devem estar definidos.

Em seguida, é preciso especificar quais materiais serão utilizados e a quantidade necessária. O preço de cada serviço de mão de obra também entra nos cálculos do orçamento. Os custos indiretos da obra não podem ficar de fora: alimentação, deslocamento, energia, água etc.

Mantenha o orçamento da obra nos eixos

Depois que o orçamento da obra está feito, é preciso que você comece a avaliar todo o processo e comece a tomar decisões para cortar despesas desnecessárias. Para isso, é fundamental que você entenda todos os detalhes do projeto da construção ou reforma. Qualquer dúvida não solucionada pode representar um gasto extra nas contas.

Antes de comprar o material necessário, é preciso muito planejamento e pesquisa. A dica é que você cheque diferentes fornecedores antes de comprar qualquer coisa. Comprar o maior número de itens de uma vez também pode representar uma economia ao final do projeto. A tática possibilita uma maior negociação de preços e prazos.

Buscar indicações de profissionais é o melhor a se fazer na fase de compra de materiais. Antes de se preocupar com o preço, tenha certeza de que o material que você quer comprar é o melhor para o seu tipo de projeto. Consulte especialistas e amplie suas opções. Tenha cuidado para o barato não sair caro ou gastar demais em itens desnecessários.

O mesmo cuidado em relação aos materiais vale também para a mão-de-obra. Procure profissionais qualificados que darão um bom acabamento à obra. Eles devem ser procurados ainda na fase de construção do orçamento e do cronograma de etapas, já que muita da obra depende deles.

No caso do orçamento da obra ser apertado, o melhor é construir por etapas ou reformar apenas os ambientes em estado mais crítico, deixando o resto para depois. Não adianta querer fazer tudo de uma vez se você não tem dinheiro para isso. Seja cauteloso!

Você tem uma boa dica? Deixe seu comentário.

investir em imóvel na planta vale a pena
vale a pena investir na decoração de uma casa para alugar
dividir aluguel com alguém
cooperativa habitacional
por que a poupança rende tão pouco
como abrir uma empresa de coleta de entulho