Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Como controlar meu dinheiro? Comece com 7 boas dicas

A- A+

A pergunta que todos deveriam fazer para si mesmos é: “será que realmente sei como controlar meu dinheiro?” Para saber a resposta, é preciso ter senso crítico e realizar uma avaliação de maneira mais coerente.

Quer ter uma ideia? Então, analise se você consegue atingir seus objetivos em curto, médio e longo prazo. Consegue, por exemplo, fazer uma reserva financeira? Coloca dinheiro na poupança ou em outras aplicações? Se você respondeu “não” para tudo, é hora de mudar sua estratégia.

Como controlar meu dinheiro

Com um pouco de organização, você pode fugir das dívidas e realizar seus sonhos. Foto: Shutterstock

Como controlar meu dinheiro: 7 dicas

Se você se pergunta como controlar o dinheiro, adote boas práticas no seu dia a dia e descubra uma vida financeira mais saudável. Comece por estas sete dicas:

1. Registre suas metas

Se você não sabe onde quer chegar, qualquer caminho serve. Esse pensamento ficou conhecido no clássico Alice no país das maravilhas, mas se encaixa perfeitamente na vida financeira. Você precisa ter clareza sobre o que quer – seja comprar uma casa, trocar de carro ou sair das dívidas.

2. Defina prioridades

O que é mais importante: juntar dinheiro para a entrada da casa própria ou continuar mantendo um padrão de vida com direito a mordomias, como TV por assinatura e jantares fora todos os finais de semana? Você precisa saber o que é mais urgente para chegar mais rápido ao objetivo. Afinal, a menos que você tenha um aumento ou uma renda extra, precisará fazer algum esforço.

3. Registre entradas e saídas

A lição número 1 da organização financeira é fazer uma planilha com absolutamente todos os gastos mensais (fixos e variáveis), para saber quanto entra e quanto sai do seu caixa. É interessante registrar até mesmo os pequenos gastos, como um cafezinho na rua ou um sorvete.

4. Reduza os custos

Se você já sabe o quanto sai, é hora de espremer o orçamento para sobrar um pouco de dinheiro. Os especialistas dizem que sempre é possível reduzir em cerca de 20% sem fazer sacrifícios. Basta cortar os supérfluos e poupar nas contas como água, luz e gás.

5. Renegocie dívidas

Se você está devendo, precisa mudar essa situação antes de dar continuidade aos seus projetos. Sabendo o quanto sobra por mês, é ideal que você ligue para os credores e verifique o valor de todas as dívidas e a forma de pagamento.

Se puder quitá-las à vista, o poder de negociação aumenta e os juros diminuem consideravelmente. Vale a pena até mesmo fazer um empréstimo no banco, com juros menores, para evitar pagar multa e juros altos.

6. Faça uma reserva financeira

Grande parte das dívidas começa por um pequeno imprevisto fora do orçamento. Isso ocorre quando o indivíduo não tem organização financeira suficiente para fazer um fundo de emergência. Mas não confunda com poupança.

Trata-se de uma quantia que você pode pegar a qualquer momento para o conserto de um encanamento, por exemplo, e que não irá fazer falta para o pagamento das contas. Da mesma foram, não irá atrapalhar sua poupança.

7. Comece a poupar

Se você ainda está engatinhando na educação financeira, a melhor aplicação ainda é a poupança. Quando as contas estiverem em dia, é hora de começar. Os economistas indicam poupar ao menos 10% do que se ganha mensalmente.

Mas você pode adequar esse percentual de acordo com o tempo em que pretende realizar seu sonho. Se quer juntar R$ 10 mil em dois anos, é necessário depositar aproximadamente R$ 415 por mês.

Você vai se interessar por:

Meu dinheiro e nome protegidos

Você não sabe onde o seu dinheiro foi parar? Se você convive com dívidas, precisa conhecer o Vivo Alerta CPF. Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

E aí, já sabe como controlar seu dinheiro? Deixe seu comentário.

Dicas para quem pensa em vender bens para pagar dívidas
seudinheiro-Compras-de-supermercado
sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado