Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Como calcular quantidade de tinta para a pintura de paredes

A- A+

Quem já reformou uma casa sabe o quanto a obra pode custar caro. São despesas diversas, de materiais à contratação de profissionais. Por isso, saber como calcular quantidade de tinta para pintar as paredes pode significar uma importante economia.

É importante colocar em prática o cálculo antes de iniciar a reforma. Afinal, quando sobra uma quantidade grande de material, não há muito a ser feito. A menos que você encontre alguém que aceite uma doação da cor exata que utilizou, a tinta acaba desperdiçada, pois também possui um prazo de validade.

Alem disso, a matéria-prima utilizada, a quantidade de água dispensada na fabricação e todo o gasto energético do processo acabam gerando danos ao meio ambiente. Por isso, poupar ajuda a preservar a natureza.

Mulher soube calcular quantidade de tinta

Tendo em mãos a medida das paredes, é possível calcular o material necessário. Foto: iStock, Getty Images

Saiba calcular quantidade de tinta

Quer saber como calcular quantidade de tinta? O processo é simples. Você só precisa saber as medidas (em metros quadrados) da quantidade que será pintada. Para descobrir, meça a altura da parede e a largura, e depois multiplique pela outra. No final, some o resultado de todas as paredes.

Se quiser poupar ainda mais, subtraia o tamanho das aberturas (portas e janelas), utilizando o mesmo método de medição – ou seja, altura multiplicada pela largura. Entretanto, é bom deixar alguma margem de tinta para eventuais retoques.

Quando tiver a medida total em mãos, verifique o rendimento da tinta que deseja comprar. Geralmente, essa informação está na lata. Caso não encontre, você pode solicitá-la diretamente na loja ou olhar no site do fabricante as especificações do produto.

Outra dúvida comum é em relação à quantidades de demãos (camadas) de tinta. Via de regra, duas demãos são suficientes para proporcionar a cobertura desejada, sobretudo se a tinta for de boa qualidade.

Lembre-se que, quando se trata de um gasto maior, o velho ditado “o barato sai caro” sempre é válido. Portanto, um bom produto deve ser buscado. Foco na qualidade, não no preço.

Você vai se interessar por:

Atenção à cor e à textura

Para calcular quantidade de tinta, também é importante levar em consideração a cor que está a parede atualmente e a cor que você irá aplicar sobre ela. Se for uma parede clara, as duas demãos podem ser suficientes.

Já se ela estiver com uma cor escura (ou um colorido muito vivo), pode ser necessário passar primeiro um fundo branco para que a próxima cor fique no tom que você deseja. Geralmente, são passadas duas demãos (no mínimo) de fundo.

Já quando o objetivo é fazer uma textura na parede, você pode economizar comprando a massa com a cor que deseja. Hoje em dia, muitas marcas oferecem esse recurso, que é de grande valia. Até mesmo porque as texturas costumam “sugar” mais tinta que as paredes já pintadas, exigindo mais demãos.

Aplicativos ajudam a calcular quantidade

Se você for uma pessoa conectada e prática, pode contar com uma ajudinha da tecnologia para calcular quantidade de tinta. A dica é recorrer a aplicativos, como Clube da Cor (disponível em iOS e Android) e Dicico (também disponível em iOS e Android), sites de fabricantes (como Suvinil) e de revendedores (como Telha Norte e Leroy Merlin) que fazem a previsão para você.

 

Gostou das dicas para calcular quantidade de tinta? Compartilhe!

preço de imoveis começa a cair
como abrir uma empreiteira
investir em imóveis
direitos do inquilino
preços dos imóveis mais caros de SP
preço de imóveis mais caros do RJ