Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Como a taxa de custódia impacta no valor das ações

A- A+

Se você está pensando em realizar uma aplicação na Bolsa de Valores, após identificar o seu perfil de investidor, é bom começar a estudar o mercado de ações para entender os termos técnicos. Um dos mais comuns é a taxa de custódia das operações. Já sabe como ela impacta no valor dos papéis?

Investidor trabalhando com a taxa de custódia de ações.

Valor é estabelecido como forma de assegurar direitos e deveres do investidor. Foto: iStock, Getty Images

Taxa de custódia funciona como garantia

A taxa de custódia se refere a um valor pago mensalmente à corretora para garantir que as ações compradas fiquem registradas no nome e CPF do investidor. “Ou seja, em sua custódia, garantido direitos e deveres de cada participante dentro do mercado acionário”, explica Anderson de Mozzi, assessor de investimento da Elite Corretora de Câmbio e Valores Mobiliários.

Esse serviço é garantido pela Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC), que possui a obrigação de executar a compensação e liquidação dos ativos, que ocorrem em D (que é o dia da operação) e mais três dias para o mercado de ações.

O peso da taxa de custódia varia conforme a posição financeira do investidor no mercado de ações. Assim, podera Mozzi, o seu impacto pode ser negativo ou positivo.

“A cobrança mensal oscila na casa dos R$ 13. Logo, para um investidor que adquire 100 ações de Petrobrás ao preço de R$ 7, haverá um custo de 1,85%. Se esse mesmo investidor comprar mil ações pelos mesmos R$ 7, o impacto será menor, com um custo de 0,185%”, exemplifica. Portanto, é preciso levar em consideração esse custo ao realizar uma aplicação no mercado de ações.

Uma pesquisa realizada pela associação de consumidores Proteste apontou que a diferença nos custos totais pode chegar a 550% entre as mais diversas corretoras pesquisadas. Por isso, a pesquisa de preços antes de definir o agente é fundamental.

Há ainda a taxa de custódia da BM&F Bovespa – que controla as operações no Brasil – que é de R$ 6,90. Entretanto, cada corretora opta por repassar esse custo ao cliente ou não.

Você vai se interessar por:

Outros valores de investimento

Além da taxa de custódia cobrada pelas operadoras, há outros custos envolvidos nos trâmites do mercado de ações. Um deles é a taxa de corretagem, que pode ser fixa ou variável conforme o total das ações operadas.

Oficialmente, não existe uma tabela de valores, mas há a chamada tabela Bovespa, cujos valores vão de R$ 2,70 a R$ 25,21.

Mas os gastos não param por aí. É preciso ainda incluir os emolumentos (tarifas) pagas à BM&F Bovespa e os impostos sobre as operações.

O Imposto de Renda é um deles. O Leão “abocanha” 15% sobre o rendimento líquido na venda das ações (somente após a finalização). O mesmo percentual incide quando a remuneração aos acionistas é feita por meio de juros sobre capital próprio.

Já para quem opta pela chamado day trade, que é a compra e venda de um título no mesmo dia, há uma incidência de 20% de Imposto de Renda. Não há cobrança, porém, sobre os dividendos recebidos.

 

Tirou suas dúvidas sobre a taxa de custódia? Compartilhe esse conteúdo!

O controle financeiro pessoal e o futebol
quando vale a pena comprar título de capitalização
oscilações da Bolsa de Valores
investir para viajar
agência de classificação de risco
investimento para quem tem ate R$ 10 mil