Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Com juros altos, cotação da poupança fica ainda menos atrativa

A- A+

A caderneta de poupança é o tipo de investimento mais popular entre os brasileiros. Entre as principais razões dessa preferência estão a segurança e a isenção do Imposto de Renda. A facilidade de se abrir uma poupança e a ausência de limite inicial mínimo de depósito são outros atrativos para a caderneta conquistar novos investidores.

Mas, mesmo sendo popular, a cotação da poupança está cada vez menos atrativa para quem tem dinheiro guardado. A principal razão para a queda dessa atratividade é o aumento da Selic. Desde 2012, os rendimentos da caderneta são fixados a partir da taxa, que é uma taxa referencial de juros definida pelo Banco Central.

De acordo com a lei da poupança nova, os rendimentos são fixos (0,5% ao mês mais Taxa Referencial de Juros, a TR) quando a Selic é maior que 8,5%. Caso a taxa Selic seja igual ou menor que 8,5%, o rendimento passa a variar (70% da Selic mais a TR).

seudinheiro-cotacao-da-poupanca

Tendência é a taxa da Selic continuar alta pelos próximos meses. Foto: iStock, by Getty Images

Alta da Selic influencia na cotação da poupança

Atualmente, a taxa Selic vem sofrendo altas constantes. No início de junho, o Comitê de Política Monetária elevou pela sexta vez consecutiva a taxa básica de juros da economia: agora de 13,75% ao ano.

Esse número representa uma estagnação da cotação da poupança , que continua com baixos rendimentos bem menos atrativos que outros tipos de investimentos de renda fixa, como CDBs, fundos DI e Tesouro Selic (LFTs).

Com a Selic elevada, a cotação da poupança continua a ser de uma média 6% ao ano. Isso quer dizer que uma aplicação de R$ 1 mil na caderneta rende ao investidor R$ 60 depois de 12 meses. A comparação com a projeção de outras aplicações de renda fixa deixa a desejar: CDB (9,84%), Fundo DI (10,20%) e Tesouro Selic (10,73%).

Baixa cotação da poupança aumenta saques na caderneta

Como a tendência é a taxa da Selic continuar alta pelos próximos meses, a previsão é de que a poupança mantenha os baixos rendimentos. O resultado tem sido uma queda constante no número de depósitos na caderneta.

De acordo com o Banco Central, a baixa cotação da poupança tem gerado um aumento no número de saques da caderneta. Maio foi o quinto mês consecutivo de resultado negativo na captação de recursos do investimento, representando um maior número de saques do que de depósitos na poupança.

O resultado de maio foi de R$ 3,199 bilhões de déficit entre depósitos e saques. No mês, os saques na poupança somaram R$ 156,43 bilhões, superando os depósitos de R$ 153,23 bilhões. Atualmente, o total das contas de poupança soma mais de R$ 648 bilhões.

Mas, mesmo com a cotação da poupança mais baixa do que outros investimentos e do que a própria inflação, ela ainda é considerada uma boa opção para pequenos poupadores, pessoas que buscam aplicações de curto prazo ou formar um fundo de reserva para emergências.

Gostou das dicas de cotação da poupança? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

por que a poupança rende tão pouco
melhor lugar para trabalhar
Já sabe o que fazer quando terminar a faculdade
Cuidando das finanças no lar
Fazendo o controle de finanças na prática
Computador com bitcoin miner