Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Código ISIN é usado para facilitar a compra e venda de ações

A- A+

Para quem começa no mercado financeiro de ações, as dúvidas não costumam ser poucas. Entre termos e estratégicas específicas, fica difícil assimilar tudo de uma vez só. Um deles é o código ISIN, utilizado para padronizar o mercado – e essencial para investir.

Depois que você aprende, entender as letras e números que representam cada uma das ações compradas se torna tarefa mais simples e a negociação, por consequência, também.

O código ISIN é utilizado para padronizar o mercado financeiro.

Ações, títulos, fundos e derivativos podem ser identificados por um código ISIN. Foto: Shutterstock

O que é o código ISIN?

Conforme explica Gilberto Braga, professor de finanças do Ibmec-RJ, o International Securities Identification Number (ISIN), ou norma ISO 6166, é um número criado para estabelecer uma codificação internacional de títulos financeiros, capaz de permitir uma identificação eficiente.

No Brasil, a BM&F Bovespa é a responsável por criar os códigos e regular o seu uso. Para Braga, a adoção do formato permite não apenas mais agilidade na rotina de negociações, mas também segurança para quem deseja investir no mercado financeiro.

Estrutura do ISIN

Além das ações em si, títulos como debêntures, fundos e derivativos também podem ser identificados por um código ISIN. De acordo com a BM&F Bovespa, a lista inclui ainda recebíveis imobiliários e certificados de investimentos audiovisuais, entre outros.

Mas você sabe como é feita a numeração? Assim como acontece nos outros países, Braga explica que o número é definido a partir de uma estrutura que pode ser lida em pequenas partes.

No caso da Petrobras, um modelo de renda variável, por exemplo, uma das sequências é BRPETRACNPR6. Nele, as duas primeiras letras (BR) representam a abreviação de Brasil e as próximas quatro (PETR) o emissor. Na sequência, ACN indica uma ação do tipo nominativa e PR que elas são preferenciais. Por fim, o número 6 é um dígito de controle, que pode variar.

Ou seja, cada parte representa um elemento de identificação, que dá ao investidor dados importantes, logo no primeiro contato, sobre a aplicação que ele está analisando.

Na prática, conforme explica o fundador do General Investidor, Bruno Papi, isso significa que uma pessoa não compra um título na Bolsa de Valores a partir do nome de uma empresa, mas sim de um código que pode ser reconhecido mesmo fora do Brasil.

“Se você quer comprar uma ação da Vivo, deve comprar pelo código VIVT3 ou VIVT4, representando as ações ordinárias ou preferenciais da Vivo”, exemplifica Papi.

Você vai se interessar por:

Conheça os cartões de crédito Vivo

Se você tem o perfil de investidor e sabe dar o devido valor ao seu dinheiro, não pode deixar de usar o cartão de crédito com consciência e aproveitar todos os seus benefícios.

Com os Cartões de Crédito Vivo, você pode parcelar em até 12 vezes sem juros nas lojas Vivo e somar pontos no programa de recompensas Vivo Valoriza. Oferecidos em parceria com o Itaú e o Santander, eles também dão bônus e pontos para você falar mais em ligações para telefone fixo ou de longa distância, enviar SMS e acessar a internet, além de descontos em cinema e muitas outras vantagens.

> Cartões de Crédito Vivo: Conheça as vantagens

Entendeu como funciona o código ISIN? Compartilhe as dicas!

melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet
como entender a fatura do cartão de crédito