Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Cobertura de seguro de vida: avalie o melhor para o seu caso

A- A+

Seguro é o tipo de produto contratado que nunca se tem a intenção de usar, em especial se o benefício é pago em caso de morte. Mas recorrer ao serviço é uma atitude preventiva importante, especialmente se existe alguém que dependa financeiramente de você. Conheça os diferentes tipos de cobertura de seguro de vida e escolha aquele que melhor atende às suas necessidades.

Tipos de cobertura de seguro de vida

A principal finalidade do seguro de vida é garantir a segurança dos seus dependentes por um determinado período de tempo. Além disso, ele é fundamental para ajudar a manter o padrão de vida caso aconteça algo com o segurado.

Para contratar o seu seguro de vida, é fundamental estar por dentro dos tipos de cobertura. A principal delas, obrigatória, é a cobertura para morte, que paga aos beneficiários a indenização definida na apólice. Para efeitos de benefício, não importa se a morte ocorre de maneira natural ou acidental.

Cobertura de seguro de vida para família

Seguro de vida protege seus familiares em caso de morte do titular. Foto: iStock, Getty Images

Além disso, a estrutura do seguro de vida pode distinguir as coberturas entre básicas e adicionais, sendo que deve conter pelo menos uma das modalidades básicas (morte natural ou acidental).

Ao invés de aprovar planos de seguros com coberturas básicas e adicionais, as seguradoras têm optado por oferecer planos independentes para cada cobertura de seguro. Assim, pode-se contratar um plano de seguro só para cobertura de morte (natural ou acidental), só para morte acidental ou só para invalidez por acidente, por exemplo.

Para a corretora de seguros e coach financeira Joana D’arc Oliveira, é importante que todas as situações que você quer que sejam indenizadas aos seus beneficiários estejam claramente previstas no contrato que assinar com a seguradora.

Seguro de vida: o que avaliar na contratação

Para a contratação do produto, é preciso prestar atenção em alguns aspectos. Segundo Joana, o primeiro ponto a ser observado é por quanto tempo o valor do capital contratado irá promover a proteção dos familiares.

Por exemplo, se você possui um emprego, mas não conseguiu acumular o suficiente para que seus dependentes vivam de renda, a cobertura do seguro deve ser capaz de cobrir o seu salário por um prazo determinado.

Outro aspecto que a Joana destaca diz respeito à leitura e ao entendimento das cláusulas contratuais do seguro. “O corretor de seguros é o profissional recomendado para orientar”, diz.

Ela recomenda responder corretamente à avaliação de saúde (atenção às doenças pré-existentes) e jamais omitir informações para evitar futuros transtornos e garantir a futura indenização.

Contratação pela internet

A contratação de um seguro pela internet oferece facilidades e pode ser uma opção. Como qualquer compra no ambiente virtual, é fundamental que o consumidor adote alguns cuidados, buscando o produto em sites confiáveis e especializados.

Para Joana, para o seguro ser adquirido por esse canal, é preciso que haja acompanhamento de um profissional de confiança, que defende o interesse do segurado junto à companhia seguradora e seja habilitado junto ao orgão fiscalizador, no caso a Superintendência de Seguros Privados (Susep).  

A modalidade, no entanto, ainda não é muito usual por aqui. Pesquisa realizada em 2015 pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostrou que 25% dos brasileiros não contrataria algum tipo de seguro pela internet.

Os principais motivos alegados para a recusa são o receio que o serviço seja diferente do anunciado (35%) ou represente uma fraude (24%). Em 2014, apenas 6% dos consumidores fizeram a contratação de seguros pela internet.

Você vai se interessar por:

Saiba como escolher beneficiários de um seguro de vida

Descubra a diferença entre seguro de vida e herança

Confira a cotação antes de adquirir um seguro de vida

Segurança para sua família

Agora que você já conhece os detalhes que cerca a cobertura de seguro, que tal pensar em proteger o seu maior patrimômio? Ao contratar o Seguro de Vida Vivo, você conta com as coberturas para morte e morte acidental. Em ambos os casos está garantido o pagamento de uma indenização aos beneficiários do segurado, durante o período de vigência do seguro, conforme plano contratado e faixa etária do segurado.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

Gostou das dicas sobre cobertura de seguro? Deixe um comentário.

O controle financeiro pessoal e o futebol
vale a pena ter seguro
Ela aposta na longevidade saudável
Conversando sobre direitos do consumidor do plano de saúde
Pacientes com mais de 60 anos têm direito a acompanhante em caso de internação. Foto: iStock, Getty Images
Passo a passo para planejar financeiramente a gravidez