Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Conheça os principais tipos de cirurgia estética e saiba como se preparar

A- A+

O Brasil é o líder mundial quando o assunto é a realização de cirurgias plásticas, superando até mesmo os Estados Unidos. De acordo com levantamento da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (Isaps), só em 2013 foram 1,49 milhão de operações na área estética.

Das 19 cirurgias listadas no relatório, o país fica em primeiro lugar em dez delas. Mas, apesar da prática ser cada vez mais comum, nem por isso exige menos cuidados na hora de buscar informações e escolher os detalhes que vão fazer parte do processo.

Cuidados antes de marcar uma operação

Diferente do que muitos costumam imaginar, uma cirurgia estética é um procedimento incisivo, que exige contar com um profissional de confiança não só para realizar a operação, mas também para fazer os exames pré-operatórios, lembra o cirurgião plástico Luiz Victor Carneiro Júnior.

Ele também vai ser o responsável por avaliar se essa é a melhor alternativa ou se é possível fazer as mudanças que você deseja a partir de processos mais simples. Por isso, o ideal é buscar um médico que tenha boas recomendações de amigos e familiares.

Principais tipos de cirurgia estética

Ainda segundo o levantamento da Isaps, os dois procedimento mais realizados no país em 2013 foram a lipoaspiração (228 mil) e o implante de silicone nas mamas (226 mil). Se uma delas também for a sua escolha, confira as dicas do presidente nacional da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, João de Moraes Prado Neto:

Lipoaspiração

– Deve ser feita em hospital ou clínica devidamente equipada e sempre com a presença de anestesista

– Há um limite no volume a ser aspirado, em média 5% do peso do paciente, no máximo 7%

– O número de áreas do corpo a serem tratadas também deve ser limitado

– A anestesia pode ser geral ou raquidiana. Em casos mais específicos, de acordo com a indicação médica, pode ainda ser apenas local

 

Implante de silicone

– A anestesia pode ser local, mas também exige sedação e a presença de anestesista

– O corte pode ser feito em torno da metade inferior da aréola, na dobra inferior da mama ou ainda, mais incomum, pela axila

–  O volume do implante depende de fatores como o tamanho natural da mama, a elasticidade da pele e, é claro, da sua vontade.

O implante de silicone na mama é a cirurgia plástica mais realizada no Brasil. Foto: iStock, Getty Images

O implante de silicone na mama é a cirurgia plástica mais realizada no Brasil. Foto: iStock, Getty Images

Cirurgia estética exige preparo financeiro

Por questões éticas, os médicos só podem divulgar os preços cobrados por uma cirurgia quando em consulta com os seus pacientes, a partir de uma avaliação detalhada. Ou seja, o ideal é buscar com antecedência o profissional que vai realizar o procedimento.

Assim, você começa a poupar o dinheiro  necessário e evita acumular dívidas com empréstimos, que exigem o pagamento de juros. O ideal é definir o valor a ser economizado mensalmente e separá-lo assim que ele estiver disponível na conta, para evitar que novas compras e pagamentos comprometam a quantia.

 

Conta pré-paga no celular

Quer guardar dinheiro para fazer a sua cirurgia? Então conheça o Vivo Zuum, uma conta pré-paga que funciona a partir do seu celular e só permite que você gaste o valor depositado. Com ele você pode ainda transferir dinheiro para outra pessoa que também tenha conta Zuum, de qualquer lugar. Não precisa ter conta em banco e nem comprovar renda.

> Zuum: Tenha conta corrente com cartão, sem banco, sem complicação

Gostou das dicas para realizar uma operação estética? Compartilhe!

vale a pena comprar no crediario
exemplos de produtos supérfluos
inteligência financeira para vencer na vida
como mudar de vida
ideias de negócios para 2016
como abrir um salão de beleza