Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Cheque especial ou empréstimo pessoal: descubra a melhor opção

A- A+

Todos sabem a teoria: o melhor é não fazer dívidas. Mas, em determinadas circunstâncias, devido a alguma urgência ou imprevisto, é preciso gastar mais dinheiro do que temos. Aí vem a dúvida: é melhor – ou “menos ruim” -, recorrer ao cheque especial ou empréstimo pessoal? Na hora do aperto, qual a melhor saída?

Cheque especial ou empréstimo pessoal

Quando a resposta parte do ponto de vista financeiro, a recomendação dos especialistas é recorrer ao empréstimo pessoal, uma opção mais barata. O motivo está ligado à facilidade de acesso ao cheque especial, disponível sem que o cliente passe pela análise de crédito do banco. Como o risco para a instituição financeira é maior, a taxa de juros cobrada também aumenta, explica o coach financeiro Silvio Bianchi.

Já no empréstimo pessoal, a concessão de crédito é mais burocrática e seletiva. Dependendo do valor solicitado, o cliente terá que oferecer garantias. Para o educador financeiro Marcelo Claudino, sócio-fundador da TopConsulting, muitas vezes o consumidor deixa de procurar o banco porque sente vergonha em falar de sua situação financeira para o gerente

No fim de contas, o resultado é que ele precisa pagar mais pelas modalidades pré-aprovadas. Por isso, é importante aceitar a dívida e buscar a melhor solução para quitá-la, mesmo que pareça difícil ir até o banco e discutir seu histórico financeiro.

Mas Bianchi lembra que há um caso específico em que é possível escolher o cheque especial como opção. Na maioria dos bancos, é ofertada a possibilidade de utilizar o crédito por até dez dias, sem que para isso você precise pagar os juros. Passado esse período, é necessário pagar as taxas totais. Ou seja, a modalidade será vantajosa quando o dinheiro do empréstimo pode ser devolvido ao banco em pouco tempo, antes da incidência de juros.

Antes de escolher uma modalidade de crédito, é importante pesquisar e conversar com o seu gerente. Foto: iStock, Getty Images

Antes de escolher uma modalidade de crédito, é importante pesquisar as taxas cobradas pelos bancos. Foto: iStock, Getty Images

Antes de contratar crédito

Seja para utilizar o cheque especial ou um empréstimo pessoal, a dica de Bianchi é clara. Antes de escolher, o importante respeitar os princípios básicos da educação financeira. Confira quais são os passos a serem seguidos:

– Mantenha o controle sobre o orçamento e sempre gaste menos do que ganha

– Poupe o dinheiro necessário quando quiser adquirir algo novo, e depois compre à vista e com descontos

– Não contrate modalidades de crédito sem antes conhecer os números do seu orçamento

– Privilegie o pagamento dessa parcela, em caso de empréstimo, durante todo o período que ainda restarem prestações

– Corte todas as despesas supérfluas enquanto paga a dívida e evite o desperdício.

Cartões de crédito com benefícios

Se você gosta de comprar com praticidade e segurança, é bom conhecer os Cartões de Crédito Vivo. Com os cartões de crédito Vivo Santander e Vivo Itaucard 2.0, você tem diversas vantagens, como alerta SMS, bônus na recarga de celular, pontos no Vivo Valoriza, descontos nos ingressos de cinema e parcelamento em até 12 x sem juros nas Lojas Vivo.
> Cartões de Crédito Vivo: Conheça as vantagens

Você também está na dúvida entre cheque especial ou empréstimo pessoal? Comente!

Empréstimo ou financiamento
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito