Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Celulares inteligentes da Índia avançam no mercado

A- A+

Já pensou que o seu novo smartphone pode vir da Índia? Você talvez ainda não conheça fabricantes de celulares inteligentes oriundos do país asiático, mas o seu avanço sobre o mercado ocidental parece ser questão de tempo, muito amparado no crescimento das vendas entre os próprios indianos.

A Índia é a nova segunda colocada no ranking de vendas de smartphones, superando os Estados Unidos e perdendo apenas para a China. E se a tecnologia 4G já foi grande motor do comércio no país, o que vem pela frente tende a impulsionar cada vez mais o setor.

Celulares inteligentes da Índia

Celulares indianos, como os da marca Lava, podem chegar em breve ao mercado ocidental. Fotos: Divulgação

Índia cresce no mercado de celulares inteligentes

A Counterpoint Research, empresa que pesquisa o mercado de vendas de produtos tecnológicos, foi quem apontou a evolução indiana. No último trimestre de 2015 – de outubro a dezembro – o país chegou a um nível de crescimento anual de 15% nas vendas de celulares inteligentes.

A base de usuários de smartphones indianos cresceu para 220 milhões de pessoas, ultrapassando os Estados Unidos na listagem pela primeira vez na história. Boa parte disso tem relação com o crescimento na fabricação dos telefones móveis no país, até mesmo os aparelhos de multinacionais.

Segundo a pesquisa da Counterpoint, a metade dos celulares comprados na Índia durante o período analisado foi produzida por lá. Marcas focadas no setor asiático, como Micromax e Lava, que ainda não se expandiram para mercados ocidentais, tiraram lugar de empresas consagradas do lado de cá do Atlântico, a exemplo da Apple.

Entre os celulares inteligentes vendidos, mais de 50% contavam com tecnologia de conectividade 4G LTE. O investimento na qualidade dos aparelhos postos à venda, em um mercado que se candidata como solução para a saturação da China, atraiu o público.

A marca que domina as vendas indianas é a Samsung, empresa asiática que disputa a primeira colocação nas vendas mundiais. Na sequência, a indiana Micromax, a chinesa Lenovo, a norueguesa Intex, além da também indiana Lava.

Celulares inteligentes da Índia

O futuro dos celulares inteligentes

A tecnologia que tem conquistado cada vez mais usuários no mercado indiano deve seguir evoluindo nos próximos anos. Os celulares inteligentes do futuro prometem trazer retorno aos anseios de quem já utiliza os aparelhos atualmente, como baterias mais duradouras e melhores condições de conectividade.

O engenheiro e pesquisador Artur Ziviani, membro do Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos, aponta que o aumento na autonomia de energia dos celulares é a principal aposta para o futuro da telefonia. Da mesma forma, a inserção de realidade aumentada em aplicativos como os de navegação GPS é aguardada.

Nos dispositivos, espera-se que cheguem ao mercado telefones flexíveis, que sejam capazes de se adaptar às formas mais agradáveis para o usuário. Para Ziviani, essa ainda é uma realidade distante, mas bastante plausível.

Se o assunto é conectividade, a expectativa é que os celulares inteligentes realizem troca direta de informações com plataformas de cidades e casas inteligentes, em um cenário de Internet das Coisas. Nessa realidade, todos os objetos e espaços em que as pessoas vivem seriam ativos e estariam conectados entre si, através de sensores computadorizados.

Você vai se interessar por:

Celular é no Vivo Compras

Antes de comprar o seu novo celular, é importante comparar os preços e as condições de pagamento. O Vivo Compras traz mais de 850 mil produtos para escolher em diferentes lojas virtuais, através do mesmo carrinho.

> Vivo Compras: Encontre os melhores preços para celulares

E você, que expectativa tem sobre os celulares inteligentes da Índia? Comente!

Comprar tablet
Mulher entende o que é carnê-leão
Comprar smart tv
micro-ondas ou forno elétrico
geladeira com freezer ou congelador
vale a pena comprar produtos da apple