Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Celular do futuro: saiba o que vem por aí nos próximos anos

A- A+

O universo da tecnologia se mantém em constante transformação. Os aparelhos que você usa hoje podem se tornar obsoletos em poucos anos. Mas o que esperar daquilo que está por vir? Como será o celular do futuro? Quais as tecnologias se tornarão ultra modernas para depois cair no esquecimento? Já tem gente trabalhando para conseguir essas respostas.

A evolução do celular

Quando o Motorola PT-550, o primeiro celular comercializado no Brasil, chegou ao país na década de 90, ele foi considerado uma revolução da mais alta tecnologia.

A ideia de ter uma tela que respondesse ao toque dos dedos, bateria que durasse um dia inteiro, reprodução de músicas e vídeos, dezenas de aplicativos e conexão à internet em um único aparelho, provavelmente, nem era cogitada pela sociedade da época.

Celular do futuro é altamente tecnológico.

Duração da bateria é um dos pontos que devem ser aprimorados em aparelhos futuros. Foto: Shutterstock

Ainda assim, aí estão 154 milhões de brasileiros com esses telefones inteligentes em mãos, segundo a Fundação Getúlio Vargas. E 68 milhões delas acessam a internet a partir desse dispositivo móvel, aponta a pesquisa Mobile Report, da Nielsen IBOPE.

O smartphone é o celular do futuro para quem vivia nos anos 90. Para boa parte da sociedade atual, o aparelho futurístico que vem por aí ainda é um mistério. Mas não para todos. Os estudiosos do IEEE, Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos, já iniciaram essa busca.

O que esperar do celular do futuro

Artur Ziviani, membro do IEEE, que tem sede nos Estados Unidos, diz que as inovações que envolvem o aprimoramento da bateria devem ser as principais para o celular do futuro. “Tecnologias que permitam maior autonomia certamente têm alta demanda e expectativa no mercado”, revela o engenheiro eletrônico.

Em termos de aplicativos, Ziviani acredita que as mudanças principais não devam ocorrer nas funções das aplicações, mas na forma como elas vão se relacionar com o usuário. “Nos próximos anos, veremos nos smartphones uma presença crescente de realidade aumentada em diversas aplicações interativas, como navegação, turismo e consumo”, diz.

Ele também propõe que o celular do futuro conseguirá interagir e trocar informações com sensores de plataformas mais amplas, de cidades ou casas inteligentes. Essa ideia se insere em um cenário de Internet das Coisas, debatido pelos cientistas. O projeto é conseguir conectar os objetos e aparelhos que usamos no dia a dia a bases de dados e redes.

O engenheiro eletrônico também levanta a ideia de que o celular do futuro tenha flexibilidade física. Para Ziviani, essa ideia é uma projeção mais distante, mas é completamente plausível que os smartphones possam ser moldados e assumam novas formas através do manuseio do próprio usuário.

Você vai se interessar por:

Smartphone modular? Uma das apostas de tendências para celulares

Saiba escolher um carregador portátil para seu smartphone

Veja novidade para quem sonha com celular com melhor bateria

Enquanto o celular do futuro não chega

O especialista do IEEE destaca que os celulares ganharam uma importância destacada na vida das pessoas, tornando-se uma ferramenta indispensável na sociedade moderna, dado o nível de utilidade que atingem com as múltiplas aplicações hoje disponíveis.

Ziviani considera que, atualmente, a NFC (Near Fiel Communication), é uma das tecnologias mais comentadas entre os apreciadores de smartphones, em função de seu potencial.

A transmissão por aproximação dos aparelhos, método básico dessa ideia, ainda não emplacou e fica restrita apenas a algumas aplicações. Mas pode ser que se fortaleça no futuro.

Para ele, as tecnologias que irão compor o celular do futuro surgirão através das demandas do público que já utiliza smartphones atualmente, mas serão combinadas às características que os desenvolvedores acreditarem ser válidas.

 

E você, o que espera do celular do futuro? Deixe seu comentário.

vale a pena comprar celular top de linha
smartphone com maior tela
tablets ou smartphones
Modelo de celular simples e barato
LG G5 SE
Galaxy J7 ou Galaxy J5