Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Casa de veraneio pode ser adquirida de forma fracionada

A- A+

Nem sempre uma boa oferta significa um golpe. Comprar a casa de veraneio dos sonhos em um condomínio de alto padrão – daquelas com três ou quatro suítes, piscina ampla, totalmente mobiliada e decorada – já é um sonho possível para quem tem cerca de R$ 200 mil disponíveis

É claro que uma casa de veraneio desse padrão, com 200 ou 300 metros quadrados, vale muito mais – algo em torno de R$ 2 milhões. Mas fica mais acessível para quem opta pela compra fracionada de imóveis. Você sabe como essa modalidade funciona?

Casa de veraneio no litoral do Brasil

Ao adquirir cota do imóvel, você pode viver experiência de luxo no litoral brasileiro. Foto: iStock, Getty Images

Compra fracionada da casa de veraneio

A compra fracionada de uma casa de veraneio funciona de forma simples. O imóvel é dividido em 12 cotas, sendo que cada uma dá direito a usufruir do bem durante quatro semanas do ano, incluindo datas concorridas, como Ano Novo e Carnaval.

Essa modalidade já é utilizada na Europa e nos Estados Unidos há mais de 20 anos, mas vem chegando ainda timidamente ao mercado verde-amarelo. O litoral da Bahia é o local que está abrindo as portas a esse nicho de negócio aos brasileiros, mas há outros estados que oferecem opções. Um exemplo é o Paraná, que tem condomínios rurais de alto padrão.

No Brasil, embora ainda seja uma novidade no mercado imobiliário, a compra fracionada já é bastante usada para a aquisição de bens de luxo, como jatinhos, helicópteros e iates. Justamente por isso, a tendência é de crescimento também na área residencial.

Casa de veraneio como opção de investimento

Naturalmente, por mais acessível que seja a cota de uma casa de veraneio no litoral da Bahia, por exemplo, há outras despesas incluídos na operação. Embora a residência venha até mesmo com o enxoval completo (cama, mesa e banho), há um custo de manutenção mensal para os cotistas, que gira em torno de R$ 800.

Além disso, é preciso ter a agenda flexível para usufruir de todo esse luxo nas quatro semanas que forem destinadas a você.

Ainda assim, essa pode ser uma boa opção para quem vê a aquisição como investimento. Isso porque é possível comprar mais de uma cota e você pode sublocar sua parte para outra pessoa.

Para ter uma ideia de lucro, uma diária em um condomínio desse padrão custa, em média, R$ 2,5 mil. Isso significa um rendimento de R$ 75 mil nas quatro semanas equivalentes à sua cota. Descontados os R$ 9,6 mil da manutenção anual, você ainda fica com um saldo de R$ 65,4 mil.

Contudo, se você pretende usar em benefício próprio, também há vantagens. Talvez a principal delas é que os empreendimentos desse ramo quase sempre estão vinculados ao The Registry Collection.

Trata-se de um sistema de intercâmbio de férias, no qual você pode “trocar” temporariamente sua casa com outro veranista. Assim, você não precisa passar férias na sua casa de praia a vida toda e tem a oportunidade de uma hospedagem em outras praias paradisíacas, como o Caribe, por exemplo.

Você vai se interessar por:

Férias de verão na praia não precisam ser tão caras

Férias de verão devem ser planejadas com antecedência

Ter piscina em casa exige planejamento e cuidados com a manutenção

Proteja seus bens

Assim que optar pela aquisição de sua casa de veraneio, é essencial proteger seu bem. Com o Seguro Proteção Residencial da Vivo, você conta com coberturas para incêndio, raio, explosões, roubo e furto qualificado de bens, danos elétricos e responsabilidade civil familiar. O serviço, em parceria com a seguradora ACE, ainda oferece praticidade no pagamento, que pode ser realizado na mesma fatura mensal do seu celular.

> Seguros para seus bens: Proteção da sua casa até sua bolsa, mochila e carteira

Gosta das novidades do mercado imobiliário? Cadastre-se e receba a nossa newsletter.

preço de imoveis começa a cair
viagem econômica para a Disney
o que fazer com as crianças
investir em imóveis
parcelar viagens no cartão de crédito
direitos do inquilino