Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Casa alugada: saiba quando esse tipo de moradia vale a pena

A- A+

Você e sua família têm metas para os próximos anos e isso pode incluir uma mudança de cidade? Se esse é o seu caso, é natural que esteja diante de uma dúvida comum: vale mais a pena comprar um imóvel próprio ou morar em uma casa alugada? Saiba que a escolha vai depender de cada caso, pois são muitos os fatores a serem considerados.

Um fator essencial que deve ser considerado antes de tomar a decisão é o momento vivido. Se você passa por um período de incertezas, pensa em ter filhos, mudar de trabalho ou de cidade, se comprometer com um financiamento de longo prazo pode ser arriscado. Nesse caso, a casa alugada é uma opção que dá mais segurança.

Também é importante considerar o valor da possível prestação do imóvel. Se ela for superior a 30% da sua renda, não é aconselhável que você faça a aquisição no momento. Ao comprometer uma parte tão significativa do seu dinheiro com as parcelas de uma casa própria, o restante do orçamento pode não fechar.

casa alugada

Tentar economizar enquanto paga o aluguel é uma opção a ser considerada. Foto: iStock, Getty Images

Casa alugada pode ser primeiro passo

Ter cautela e evitar a compra em situações como as anteriores não significa, em todo o caso, que a casa alugada seja uma situação permanente. Se você tem ideia de que tipo de imóvel planeja comprar, mas ainda não possui condições de dar uma entrada suficiente para o financiamento, a solução pode ser alugar um apartamento por um valor reduzido e poupar dinheiro para chegar até o seu objetivo.

Lembre-se que, quanto maior for o tempo de financiamento, maiores também serão os juros que você vai pagar. Ao comprar uma casa, você também pagará uma série de outras taxas e serviços que devem ser considerados. Escolher um momento de estabilidade para fazer a sua escolha é a principal dica.

No entanto, cada caso é individual. O professor de Economia da Faculdade Estácio de Sá (RJ), Jair de Abreu, faz um alerta: ao alugar, cria-se uma despesa mensal que não tem vínculo com a criação de patrimônio. Ou seja, o aluguel é um gasto que não aumenta o patrimônio e, sempre que possível, deve ser uma opção para curto prazo.

Casa alugada na ponta do lápis

O consultor econômico da empresa Gestão Familiar, Emerson Fabris, afirma que viver em casa alugada também pode ser uma boa opção em outros cenários. Ele cita pessoas que conseguem investir o dinheiro que seria destinado para comprar um imóvel em negócios com retorno superior ao aluguel e à valorização do imóvel.

Por exemplo, se você tem R$ 500 mil para comprar uma casa, o mesmo valor aplicado com um rendimento de 0,5% irá lhe render R$ 2,5 mil reais por mês. Se você encontrar um apartamento para alugar por R$ 2 mil, valerá mais a pena a casa alugada. Com um investimento mais rentável, o valor pode ser ainda maior.

Assistência é alternativa para sua casa

Decidiu comprar um imóvel e quer mais segurança? Uma boa alternativa é fazer seguro do local com o Vivo Multiassistência. Desta forma, urgências podem ser resolvidas de forma rápida e com garantia.

Esse tipo de assistência oferece serviços de profissionais especializados e de confiança para consertos e reparos emergenciais ou serviços de manutenção em residência. Problemas hidráulicos e elétricos, vidraceiros e chaveiros estão entre os trabalhos oferecidos pela assistência residencial.

> Vivo Multiassistência: Garanta eletricista, vidraceiro e conserto de eletrodomésticos para casa

Gostou das dicas sobre casa alugada? Compartilhe e deixe seu comentário!

Saiba como ganhar uma renda extra com aluguel
sair da casa dos pais
investir em imóvel na planta vale a pena
vale a pena investir na decoração de uma casa para alugar
dividir aluguel com alguém
vale a pena ter seguro de vida