Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Carteira de motorista provisória? Veja dicas para alcançar a CNH definitiva

A- A+

A carteira de motorista provisória é o primeiro documento adquirido após a aprovação nos testes teóricos e práticos do Detran em seu estado. Apesar de representar uma permissão para conduzir veículos, não funciona como uma carta branca: há algumas restrições válidas pelo período de um ano.

Durante 12 meses, o condutor deverá mostrar que está apto para receber a carteira de motorista definitiva, passando pelo período sem infrações. Caso receba multas, dependendo da sua gravidade, poderá ter que iniciar todo o processo para tirar a carteira de motorista novamente.

Motoristas com carteira de motorista provisória

Por um ano, o novo condutor não pode cometer infrações graves ou gravíssimas. Foto: iStock, Getty Images

Como tirar a carteira de motorista provisória

Para conquistar a carteira de motorista provisória, é preciso procurar o Detran de sua cidade, levando documentos pessoais e comprovante de residência. Em algumas localidades, o processo pode ser iniciado diretamente nos Centros de Formação de Condutores (CFC).

O primeiro passo será fazer o pagamento da taxa de serviço e, após, realizar os exames médicos e psicológicos. Se tudo estiver certo e as avaliações demonstrarem a sua aptidão para dirigir, você deverá iniciar as aulas teóricas na autoescola.

A carga horária é de 45 horas. Depois, o candidato deverá fazer uma prova escrita, com os conteúdos apresentados durante as aulas. Caso aprovado, segue para as aulas práticas: para receber o documento na categoria B (carros), deverá que fazer 25 horas de aula, sendo cinco delas em período noturno.

Ao final, o candidato fará a prova de direção do Detran. Se aprovado, receberá a carteira de motorista provisória dentro de um prazo aproximado de 15 dias.

Conquistando a carteira definitiva

Enquanto o motorista estiver com a carteira de motorista provisória, ele não poderá cometer qualquer infração de natureza grave ou gravíssima ou reincidir em infração média.

Multas gravíssimas envolvem situações como dirigir com a carteira vencida ou cassada, estar sob influência de álcool ou outros entorpecentes ou promover manobras perigosas em via pública. Já andar sem cinto de segurança ou deixar que algum passageiro o faça é considerado uma infração grave, assim como estacionar na faixa de pedestres.

Caso o candidato cometa alguma dessas infrações, acaba perdendo a sua carteira motorista provisória e terá, de fato, que reiniciar todo o processo de habilitação.

Já se o período de um ano chegou ao final e você não cometeu nenhuma infração, a troca do documento provisório para o definitivo é um processo bastante simples.

Você deverá solicitar a habilitação após o vencimento da provisória (podendo utilizar a CNH por mais 30 dias) e procurar o Detran ou CFC, pagar uma taxa de serviço e tirar novas fotos para o documento atualizado. Cerca de 15 dias depois, ele já poderá ser retirado.

Se você ainda está com a carteira de motorista provisória, dirija com cuidado e evite correr o risco de arcar com os custos de uma provável multa e o reinício de todo o processo para conquistar a habilitação. Caso sentir-se inseguro, prefira andar com acompanhado de um motorista experiente.

Você vai se interessar por:

Assistência para seu carro

Tudo certo com sua CNH? Agora é hora de garantir segurança para os momentos imprevistos. Com o Vivo Assistência Casa e Auto, você conta com serviços de eletricista e encanador para sua casa, socorro mecânico para seu automóvel e chaveiro para os dois, sempre que precisar, por apenas R$ 5,90 por mês.

> Vivo Assistência Casa e Auto: Garanta socorro mecânico em emergências

Você também tem uma boa dica para o período da carteira de motorista provisória? Comente!

como calcular a reforma de um apartamento
quanto custa um seguro de casa
como escolher uma seguradora de veiculos
preço de imoveis começa a cair
economizar no seguro da casa
economizar no seguro do carro