Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Carro blindado é procurado por quem deseja mais segurança nas ruas

A- A+

Você já pensou em ter um carro blindado? Mais do que luxo, essa medida tem sido encarada como sinônimo de segurança para alguns motoristas. E isso não aparece apenas na compra de veículos com essa característica, mas na adaptação posterior.

Dados da Associação Brasileira de Blindagem (Abrablin) indicam que a procura por esse serviço não para de crescer. Segundo levantamento da entidade, em 2014, foram blindados 11.731 automóveis – e a previsão para 2015 é que mais 11.914 veículos recebam essa proteção.

Apesar de um aumento pequeno em relação ao ano anterior (apenas 1,56%), o acumulado pelo setor desde 2004 é expressivo. Estima-se que, no Brasil, a frota total de carros blindados seja de 160.702.

Você sabe como funciona a blindagem de um veículo e quanto ela custa? Saiba mais sobre esse processo e conheça suas vantagens e desvantagens antes de decidir por modificar seu carro.

Carro blindado garante segurança nas ruas.

É recomendado blindar automóveis com motores a partir de 1.8 de potência. Foto: iStock, Getty Images

Normas regulam carro blindado

Se você deseja ter um carro blindado no Brasil, é preciso seguir duas regulamentações: a NEB E-316, do Exército, que possui mais de 20 anos, e a NBR 1500, publicada pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), em 2005. Ambas são completares, e permitem quatro tipos de blindagens para civis: I, II-A, II e a III-A.

Todas seguem as normas americanas, que especificam a quais projéteis um determinado nível de blindagem deve resistir.

Nível I

É a menor proteção disponível. Resiste a disparos de armas calibre 32 e 38, mas é vulnerável a calibres maiores.

Níveis II e II-A

Esses níveis, segundo a tabela americana, resistem a armas de calibre 9 milímetros e a disparos de Magnum 357.

Nível III-A

Segundo a Abrablin, o nível III-A tem uma resistência quatro vezes maior que o nível I e é a proteção usada por 95% do mercado. É resistente a armas de mão de todos os calibres, inclusive a submetralhadoras (pistolas) 9 milímetros e à Magnum 44.

Outros níveis

A blindagem de nível III é restrita e só pode ser instalada com autorização prévia da Forças Armadas, enquanto a do tipo IV é restrita às Forças Armadas e chefes de estado em território nacional.

Tiros em carro blindado

Diferentes níveis de blindagem indicam carro mais ou menos protegido. Foto: iStock, Getty Images

Carro blindado: prós e contras

Agora que você sabe quais são os níveis de proteção, chegou a hora de avaliar se o carro blindado é uma alternativa que possui um bom custo-benefício para a sua necessidade. O primeiro ponto que deve avaliar é, evidentemente, o preço. Segundo a Abrablin, o custo médio da blindagem no Brasil é de R$ 50 mil.

A blindagem de um sedã, por exemplo, pode custar entre R$ 45 e 50 mil, já a de um utilitário esportivo fica entre R$ 48 e 53 mil, além do valor do carro. Os dados constam na cotação anual da Molicar.

A depreciação do blindado é maior do que a de um carro comum. Em alguns anos, ele pode custar até a metade do preço. Esse fator é ruim para quem compra um blindado zero, mas atrativo para quem busca um modelo usado.

Você vai se interessar por:

Carros usados podem ser bom negócio, mas exigem cuidado

Sistema de segurança residencial é opção para proteger seu patrimônio

Saiba como preparar o carro para a vistoria

Outro ponto que deve ser levado em conta é a manutenção. Um carro blindado deve ser levado a uma oficina sempre que faltar 10 mil quilômetros para sua revisão.

Por ser mais pesado – em um sedã médio, a blindagem aumenta o peso total do carro em 200 kg – os sistemas de freios e suspensão são as peças mais prejudicadas, de acordo com a Abrablin.

Por isso, é recomendado blindar automóveis com motores a partir de 1.8 de potência, uma vez que o veículo vai exigir mais motor e, consequentemente, irá gastar mais combustível.

Tiguan é carro blindado

Tiguan é líder entre blindados no Brasil. Foto: iStock, Getty Images

No segundo semestre de 2014, foram cinco modelos os mais blindados, segundo a Abrablin. Todos com a potência superior à mínima recomendada:

– Tiguan (Volkswagen)

– Q3 (Audi)

– Evoque (Land Rover)

– A4 (Audi)

– Corolla (Toyota).

 

Esse artigo lhe fez lembrar de alguém? Compartilhe!

vale a pena ter seguro
quanto custa um seguro de vida
quanto custa um seguro de casa
como escolher uma seguradora de veiculos
economizar no seguro da casa
Viajar ou comprar um carro