Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Carregador sem fio: tecnologia vai transformar sinal Wi-Fi em energia

A- A+

A bateria do seu celular acabou e você, com pressa, pegou o carregador errado antes de sair de casa. A busca por um cabo compatível ao celular é uma velha conhecida dos usuários de smartphones. E é para dar fim à ela que surge o carregador sem fio, uma tecnologia que promete facilitar a vida das pessoas. Pesquisadores da Universidade de Duke criaram um sistema que é capaz de captar o sinal de internet sem fio e converter as ondas em energia elétrica.

Carregador sem fio: a indução por Wi-Fi

Em aeroportos, restaurantes, universidades, até mesmo nos metrôs e ônibus, não é raro encontrar os escravos das tomadas. À procura de um ponto de energia para carregar seus celulares, tablets ou outros aparelhos eletrônicos, as pessoas acabam se forçando a sair do lugar em que desejam estar e vão para locais que oferecem algum tipo de carregamento.

Carregador sem fio promete facilitar a vida das pessoas. Foto: iStock, by Getty Images

De modo geral, as conexões sem fio são uma realidade e representam um dos principais avanços da tecnologia nos últimos anos. É por isso que a expansão do uso do wireless é uma tendência em diversos segmentos tecnológicos, inclusive na criação do carregador sem fio, que invadiu o mercado de eletrônicos. Em 2014, foram 1,8 bilhão de unidades vendidas, segundo a Gartner Consultoria.

É nessa expansão do uso das tecnologias wireless que trabalham alguns pesquisadores da Universidade de Duke. Eles criaram um sistema que é capaz de captar o sinal de internet sem fio e converter as ondas em energia elétrica, que pode ser utilizada para abastecer as baterias dos dispositivos eletrônicos, já que ele é um carregador sem fio.

E o aparelho vai além, não se limitando apenas ao uso das ondas de redes domésticas. Ele é capaz de captar sinais de satélites, torres de sinal de celular e quaisquer fontes de ondas semelhantes a essa e converter em energia. Segundo anúncio dos cientistas, a tensão da energia gerada é de 7,3 Volts. São 2,3 Volts a mais do que os carregadores USB.

Carregador sem fio: modelos à venda

O projeto de carregador sem fio da Universidade de Duke, no entanto, pode ser o futuro de um mercado que já é realidade e está em pleno crescimento. Empresas como Google, Apple e Samsung já desenvolvem sistemas operacionais e aparelhos capazes de serem carregados somente através da aproximação entre o celular e a base de carregamento.

Você vai se interessar por:
Confira três modelos de celulares com carregador sem fio
Galaxy S6: veja as novidades do topo de linha da Samsung
Usar carregador de outra marca estraga a bateria do celular? Descubra

A Nokia foi uma das primeiras empresas a produzir as bases de carregador sem fio e possui dois modelos principais à venda no mercado. O DC-50 é um aparelho que possui um carregador portátil em seu interior e não precisa de ligação com a tomada para poder carregar o celular. Ele funciona com o padrão Qi, criado através de um consórcio entre os maiores desenvolvedores de tecnologia.

Já o Nokia DT-900 é a versão mais fixa. Ele ainda precisa estar conectado à uma fonte de energia para conseguir carregar o dispositivo móvel e não tem tanta capacidade de saída de energia. Ele também é compatível com os aparelhos que utilizam a tecnologia Qi, como o Galaxy da Samsung e alguns aparelhos do próprio Google.

Já os aparelhos da Apple utilizam a tecnologia PMA, que segue uma lógica muito próxima à Qi, mas funciona melhor para o sistema fechado da Apple. O Boostcase Hybrid Power, por exemplo, é um carregador sem fio em formato de case para o telefone. Encaixando o aparelho na capa, a bateria que fica na parte inferior do acessório carrega o smartphone.

Este artigo lhe fez lembrar de alguém? Compartilhe!

O controle financeiro pessoal e o futebol
Pokémon Go
vale a pena comprar um videogame
LG X Screen
relógio ou celular
vale a pena comprar celular muito barato