Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Cálculo na ponta do lápis é primeiro passo para vencer dívida com cartão

A- A+

Quando não se tem uma boa organização financeira, pode não ser fácil entender como são feitos os cálculos da dívida do cartão de crédito. Justamente pela falta de conhecimento é que muitas pessoas entram na famosa bola de neve dos juros altos. Para conseguir sair, o primeiro passo é colocar tudo na ponta do lápis.

Se você passa por essa situação, faz parte de um grupo que cresce no país. Segundo a pesquisa Indicador de Inadimplência, do Serviço de Proteção ao Crédito e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, já são 57 milhões de brasileiros com o nome sujo.

Em setembro, o aumento das dívidas bancárias, que englobam pendências com o cartão de crédito, foi de 10,32% – inferior apenas às contas de serviços básicos, como luz e água.

Colocar as dívidas na ponta do lápis fazem as contas sumirem.

Estimar receitas e despesas é importante para não perder controle do orçamento. Foto: iStock, Getty Images

Na ponta do lápis: para sair da dívida

Precisa sair do vermelho? Confira os cinco passos essenciais nessa caminhada. Coloque tudo na ponta do lápis e vá em busca da sua saúde financeira.

Esclarecimento

Assim que receber a cobrança por parte da administradora do cartão, você precisa entender como é feito o cálculo, qual o percentual de juros, multa e tudo mais. Uma alternativa é pedir um extrato completo do cálculo, ou ainda solicitar esclarecimento junto a um órgão de defesa do consumidor.

Juros abusivos

Se, após comparar com outras operadoras de cartão, você perceber juros abusivos, tem o direito de recorrer à Justiça e solicitar uma revisão do cálculo.

De acordo com o artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor, juros muito altos são considerados vantagem excessiva. Como padrão, a maioria das operadoras pratica taxas acima dos 10%.

Pés no chão

Antes de assinar um acordo, tenha certeza de que poderá honrar as parcelas. Na maioria dos casos, um único atraso suspende o contrato, sendo necessário recomeçar do zero. Melhor pagar devagar e com segurança.

Suspensa os gastos

Se você entrou no vermelho, é sinal de que não faz bom uso dos meios de pagamento e, possivelmente, compra por impulso. Até vencer a dívida e mudar para uma postura mais consciente, evite novos gastos. Uma reeducação financeira, seja para usar dinheiro vivo ou cartão, pode ser necessária para que você não volte a cometer os mesmo erros.

Liquidação da dívida

Quando você percebe que não conseguirá pagar uma fatura, é melhor solicitar um empréstimo no banco, com juros menores, do que pagar o valor mínimo. Do contrário, entrará no chamado crédito rotativo, modalidade com os juros mais altos do Brasil – superiores a 400% ao ano.

Na ponta do lápis: evite a dívida

Se você ainda não está na relação de inadimplentes, ótimo. Esse é um bom momento para parar, colocar tudo na ponta do lápis e evitar contrair débitos acima da sua capacidade de pagamento.

Faz compras no cartão? Os educadores financeiros são unânimes ao afirmar que não se deve pagar o valor mínimo da fatura. Se você compreender o cálculo do juros, logo entenderá a justificativa. Via de regra, cobra-se o valor de juros rotativos (em torno de 10%), acrescido da multa (máximo de 2%) e juros de mora (geralmente 1%) sobre o valor que não foi pago da fatura.

Supondo um saldo devedor de R$ 1 mil, o pagamento mínimo seria de R$ 200 (geralmente, é 20% do valor da fatura). Sobre os R$ 800 restantes, que é o valor financiado, seriam cobrados os juros rotativos (R$ 80), a multa (R$ 16) e o juros de mora (R$ 8). Somando, já são R$ 104 somente em encargos.

Você vai se interessar por:

Seu nome protegido

Se você convive com dívidas, precisa conhecer o Vivo Alerta CPF. Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

E você? Coloca tudo na ponta do lápis para evitar dívidas? Comente!

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças