Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Calculadora do Cidadão ajuda você em operações financeiras

A- A+

Nem todo mundo é bom em matemática, ainda mais quando os cálculos vão além das quatro operações básicas: somar, subtrair, dividir e multiplicar. Quando as contas envolvem juros em prestações, custos financeiros, índices de inflação e outras operações, uma boa saída para o consumidor é utilizar a Calculadora do Cidadão, do Banco Central.

Para aqueles que precisam de ajuda na hora de fazer cálculos mais difíceis, a Calculadora do Cidadão auxilia o usuário em vários situações. Entre elas, cálculo de aplicações, custos de financiamentos, rendimentos de investimentos com taxa fixa, correção de valores a partir de índices de inflação e comparação de custos com cartão de crédito.

A Calculadora do Cidadão possibilita a realização de cálculos financeiros simples

O objetivo do serviço é auxiliar a população em cálculos do cotidiano. Foto: iStock, Getty Images

“A Calculadora do Cidadão é um aplicativo que permite simular situações do cotidiano financeiro”, explica Elvira Cruvinel Ferreira, chefe do Departamento de Educação Financeira (Depef), do Banco Central.

Segundo Elvira, essa é uma das ações do Programa Cidadania Financeira, que visa contribuir para a proteção dos consumidores de produtos e serviços financeiros e melhorar a qualidade do relacionamento do cidadão com as instituições do sistema financeiro.

Principais funções da Calculadora do Cidadão

De acordo com o Banco Central, a Calculadora do Cidadão possibilita a realização de cálculos financeiros simples com o objetivo de auxiliar a população em suas necessidades cotidianas. Confira as principais funções da ferramenta:

Aplicação com depósitos regulares

Calcula quanto o usuário terá após aplicar por um determinado período a partir da taxa de juros informada. Para fazer a simulação, o investidor deve informar os números de meses do investimento, a taxa de juros mensal e o valor fixo do depósito regular. Em seguida, é só apertar o botão calcular para saber o resultado.

Financiamento com prestações fixas

Calcula o custo de um financiamento. Para fazer a simulação, o tomador do empréstimo deve preencher as seguintes informações: número de meses do financiamento, taxa de juros mensal, e/ou valor da prestação.

Valor futuro de um capital

Possibilita que o usuário descubra qual será o rendimento se investir um período com taxa fixa. Os campos a serem preenchidos são número de meses, taxa de juros, capital inicial investido e/ou valor final obtido. Nas três primeiras funções, a ferramenta faz o cálculo de qualquer um dos campos citados, a depender da informação que o usuário precisa saber.

Correção de valores

Atualiza a quantia informada a partir de índices de poupança, de preços, taxa Selic, CDI e TR. Para fazer o cálculo, o usuário define os períodos para a realização da correção e informa os valores a serem atualizados.

Cartão de crédito

Realiza a comparação do custo de pagar parte da sua fatura com outros tipos de crédito: consignado, pessoal e cheque especial. A partir do valor da fatura informado, da CET (juros e encargos) e do quanto o devedor pode pagar por mês, a ferramenta informa o custo e o tempo necessário para quitar a dívida.

Aplicativos da Calculadora do Cidadão

Além de disponível no site do Banco Central, a Calculadora do Cidadão também pode ser baixada em celulares e tablets, nos sistemas operacionais Android, iOS e Windows Phone.

O Banco Central alerta aos usuários que os cálculos são estimativas, não valores oficiais. O órgão informa que não assume qualquer responsabilidade por perdas e danos decorrentes do uso inadequado das informações oferecidas.

 

Gostou das dicas sobre a Calculadora do Cidadão? Deixe seu comentário.

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria