Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Busca de ofertas deve ter atenção a promoções enganosas

A- A+

Ouvir a palavra promoção pode soar um alarme de consumo na mente de quem está em busca de ofertas e quer fazer bons investimentos por preços baixos. Mas é preciso cautela: nem sempre é um bom negócio.

Se, por um lado, os descontos permitem pagar menos, por outro, o consumidor corre riscos e mesmo a chance de arrependimento se mostra elevada nos períodos promocionais.

Mulher faz busca de ofertas

Calcular a verdadeira economia de uma oferta é essencial para fazer boas compras. Foto: iStock, Getty Images

4 itens para cuidar na busca de ofertas

Nem tudo o que é anunciado durante uma promoção é tão real quanto parece. Para quem está em busca de ofertas, qualquer preço baixo pode parecer uma grande vantagem. Mas é aí que se escondem os perigos de uma escolha errada.

Para evitar que você se arrependa depois da compra, preste atenção em quatro tipos de promoções que podem reservar surpresas negativas:

Mais por menos

As promoções que oferecem a compra de mais produtos por um preço menor, como as “Leve 2, Pague 1” são perigosas. Faça uma pergunta a si mesmo: por que uma loja que vive de faturamento iria vender dois produtos pelo preço de um, se pode lucrar o dobro ao vendê-los separadamente? A resposta já deve indicar o nível de risco dessas ofertas.

Evite cair em uma verdadeira cilada e analise com atenção o custo final da compra e o preço isolado de cada item. Por vezes, é possível comprar dois produtos separados e pagar menos do que pagaria na promoção.

Descontos

“De R$ 999 por R$ 700”. Esse é um tipo de promoção comum no comércio e que costuma atrair a atenção do consumidor, afinal, a economia é nítida. Mas será mesmo uma vantagem para o bolso?

Fique atento: há comerciantes que elevam o preço do produto para simular um desconto maior do que ele realmente é. Verifique se o valor original do item é equivalente ao que foi divulgado pela loja.

Defeitos

Se você chegar em um loja e perceber que o preço de algo que você quer despencou bruscamente de um dia para o outro, desconfie. Geralmente, esse tipo de oferta tem relação com produtos defeituosos. Procure certificar-se do seu funcionamento, pedindo um teste na loja, e só leve se atestar que está em condições de uso ou consumo.

Manipulação

Frases como “sua mãe merece o melhor” ou “feito para você” são velhas conhecidas de quem vive em busca de ofertas. Elas não são necessariamente falsas, mas foram criadas com o intuito de dar uma sensação de status ao produto e estimular a compra. São uma espécie de manipulação para estimular o seu desejo de compra.

Para avaliar um bom preço

Uma boa promoção não é aquela que leva você a comprar no mesmo instante, mas a que tem vantagens e economia comprovadas. Se você já está em busca de ofertas para um produto, deve manter a calma e evitar o impulso. Para realmente gastar menos, é importante que os benefícios da compra sejam superiores ao gasto.

Analise se você realmente precisa daquilo, se o preço cabe no seu bolso e se as condições de pagamento não são abusivas.

Além disso, observe as condições do produto. O prazo de validade está próximo? O pacote contém muito mais exemplares do que você será capaz de usar por um bom tempo? Tudo isso conta no cálculo de vantagens. Fique atento e boas compras!

Você vai se interessar por:

Melhores promoções sem pegadinhas

Quer fazer as suas compras pagando menos e sem cair em pegadinhas? Para aproveitar as melhores promoções, conheça o Vivo Descontos. Com esse serviço, você terá direito a cupons de desconto e promoções em restaurantes e lojas das melhores marcas do Brasil. Ao se cadastrar, você recebe ofertas exclusivas com link direto para página e ainda dicas básicas de planejamento financeiro para planejar melhor seus gastos e fazer seu dinheiro render mais.

> Vivo Descontos: Receba cupons ilimitados por SMS, internet ou aplicativo de smartphones

Este artigo lhe fez lembrar de alguém? Compartilhe!

vale a pena usar roupas de marca
feiras de trocas
metas de curto médio e longo prazo
quando vale a pena comprar título de capitalização
vale a pena economizar
dividir aluguel com alguém