Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Bolsa segura: 5 situações em que seus pertences estão expostos

A- A+

Independentemente da idade ou estilo, toda mulher preza pela segurança, fazendo de tudo para ter sua bolsa segura. Mas há muitas situações em que você julga estar tudo ok, quando, na verdade, deixa seus pertences vulneráveis à ação de assaltantes e batedores de carteira.

Você sempre presta atenção a quem está à sua volta? Acha que isso garante a proteção necessária? As recomendações deste artigo indicam que você precisa ampliar seu nível de atenção e cuidado.

bolsa segura

Não desvie a atenção de sua bolsa em nenhum momento, pois criminosos estão de olho. Foto: Shutterstock

Falsa sensação de bolsa segura

Confira cinco situações em que seus pertences podem estar expostos a pessoas mal-intencionadas, sem que você perceba.

Na cadeira do restaurante

Quando você vai a um restaurante (ou senta na praça de alimentação do shopping) tem o hábito de deixar a bolsa pendurada na cadeira? Esse costume pode ser perigoso. Em locais onde há fluxo intenso de pessoas, há grupos especializados em cometer pequenos delitos – como, por exemplo, pegar sua carteira e seu celular sem que você perceba. O melhor é fazer sua refeição com a bolsa sobre o colo ou na cadeira ao lado, onde você pode visualizá-la.

No shopping

Você se distrai facilmente olhando as vitrines? Ou então observando as promoções em uma loja lotada? Quando for a algum lugar onde sua atenção possa ser dispersada, prefira as bolsas pequenas, que ficam junto ao corpo (daquelas com uma alça atravessada). Elas dificultam a ação de criminosos.

Na rua

Infelizmente, todos sabem que a insegurança é maior nas ruas. Portanto, além de andar com uma bolsa segura (bem fechada), também é importante olhar ao redor para verificar a movimentação. Se vir alguém suspeito, atravesse a rua. Se você é daquelas pessoas que caminha o tempo todo olhando as redes sociais no celular, está bastante vulnerável.

No transporte público

Você se desloca frequentemente de ônibus ou metrô? E como carrega sua bolsa? Nunca deixe-a virada para trás do corpo, onde não possa enxergá-la – mesmo se for uma mochila. No caso das maxibolsas, é preferível manter junto ao corpo ou no chão, entre seus pés, de forma que você possa enxergá-la bem.

No trabalho

É preciso levar em consideração que as empresas costumam ter um fluxo de pessoas de fora, o que não é um indicativo que sua bolsa estará segura. Caso não haja um armário com chave para os funcionários, prefira deixar sua “bagagem” em um lugar onde só você tem fácil acesso. Embaixo da sua mesa, por exemplo.

Bolsa sempre merece atenção

Você pode não ter a menor maldade – mas sempre haverá quem tenha. Lembre-se disso. Para dificultar a ação dos batedores de carteira, não cuta tomar algumas medidas de segurança.

Ande sempre com o zíper da bolsa fechado. Ok, é claro que os ladrões conseguem abrir sua bolsa de qualquer forma, mas é melhor dificultar. Há uma tendência de que eles procurem os alvos mais fáceis. E nem pense em andar com os modelos sem meios de fechamento.

Além disso, evite distrações quando estiver em locais lotados e até mesmo na rua. As pessoas mais desligadas são as vítimas mais comuns.

Você vai se interessar por:

Sua bolsa e pertences mais seguros

Todos os cuidados são sempre bem-vindos, mas a melhor maneira de garantir a proteção dos seus bens é por meio de um seguro. Com o Seguro Proteção Urbana – Bolsa Protegida, você recebe uma indenização para o seu acessório, bem como para os objetos nele contido, em caso de roubo ou furto qualificado. Nessa categoria, estão incluídas bolsas femininas, maletas, pastas ou mochilas. Você ainda conta com a comodidade e segurança de pagar seu seguro mensalmente através de sua fatura de celular Vivo.

> Seguros para seus bens: Proteção da sua casa até sua bolsa, mochila e carteira

E você, que atitudes adota para manter sua bolsa segura? Comente!

Comprar casas em Orlando é opção
Como é morar no campo
Trabalhando na reforma de casas antigas
Como escolher corretora para Tesouro Direto
Uso de LED no projeto de iluminação residencial
Reaproveitamento da água do chuveiro