Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Bolsa de Valores é investimento de alto risco

A- A+

A Bolsa de Valores é uma modalidade de aplicação que pode render bons lucros, mas é um investimento de alto risco e que exige conhecimento sobre o mercado financeiro. Por isso, é importante analisar as opções disponíveis e ter certeza que o dinheiro utilizado não fará falta.

Ações são investimento de alto risco

O maior risco de aplicar o seu dinheiro em ações é enxergar nele a projeção do sonho de ficar rico. Conforme explica Felipe Sotto-Maior, diretor da Vérios Investimentos, esse investidor entra no mercado em uma tentativa de obter ganhos rápidos, sem entender a dinâmica envolvida. Quando as oscilações bruscas acontecem,  o resultado pode ser a perda de parte considerável do patrimônio. Sem o preparo adequado, o novo cenário é desencorajador.

“O importante, portanto, é enxergar o investimento em ações dentro de uma estratégia diversificada e orientada para o longo prazo”, explica Sotto-Maior.

Ou seja, é preciso estar munido das informações certas e ter capital disponível para investir durante um bom tempo. Afinal, trata-se de uma modalidade com baixa liquidez. Na hora de alocar recursos, ele lembra ainda que é preciso estar atento ao seu perfil, objetivos e tolerância aos riscos existentes.

investimento-de-alto-risco

Aplicar em ações é um investimento que exige conhecimento do mercado financeiro. Foto: iStock, Getty Images

Quando apostar em investimento de alto risco

A Bolsa de Valores é um mercado volátil, mas que pode se tornar uma boa oportunidade de investimento. Para chegar até lá, o primeiro passo é conhecer o seu funcionamento. As ações são precificadas pelos próprios investidores de capitais e sofrem influência das notícias que permeiam a economia do país e do mundo, assim como das expectativas de mercado, lembra o especialista em investimentos Silvio Paulo Hilgert, diretor acadêmico da XP Educação.

“O risco está exatamente na imprevisibilidade dos dados e informações que podem impactar no preços das ações. Mudanças no cenário macroeconômico, por exemplo, fazem toda diferença na vida da empresa e, por consequência, nos resultados por elas apresentados”, explica Hilgert.

Isso significa que as variações na taxa Selic, na inflação,  no PIB, no consumo e até mesmo na produção industrial vão afetar os resultados que as suas aplicações na Bolsa de Valores vão render. Enquanto algumas companhias podem receber de forma positiva as oscilações, outras sofrem quedas bruscas. Sem conhecer o mercado, acertar nas apostas se torna um desafio e tanto.

É por isso que Hilgert indica as ações como um modelo de aplicação para quem deseja diversificar sua carteira de investimentos e já tenha alguma experiência no ramo. Em geral, a recomendação é que o patrimônio investido fique entre 20% a 40% do total. O importante é não comprometer as reservas de emergência.

Cartões de crédito com benefícios

Se você gosta de movimentar o seu dinheiro com praticidade e segurança, é bom conhecer os Cartões de Crédito Vivo. Com o Vivo Santander e Vivo Itaucard 2.0, você tem diversas vantagens, como alerta SMS, bônus na recarga de celular, pontos no Vivo Valoriza, descontos nos ingressos de cinema e parcelamento em até 12 x sem juros nas Lojas Vivo.
> Cartões de Crédito Vivo: Conheça as vantagens

Você também pretende fazer um investimento de alto risco? Comente!

oscilações da Bolsa de Valores
melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet