Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Bloqueio de celular roubado pode ser feito informando apenas o número

A- A+

Desde março, ficou mais fácil realizar o bloqueio de celular roubado. Conforme anúncio da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), quem tem seu aparelho furtado pode solicitar o bloqueio diretamente em uma delegacia ou junto à operadora, fornecendo apenas o número da linha.

O processo anterior exigia que o indivíduo informasse o código IMEI (International Mobile Equipment Identity, em inglês). Para saber mais sobre a medida, confira abaixo.

Homem comunica bloqueio de celular roubado

Ao contatar operadora e informar número da linha, usuário bloqueia o celular. Foto: iStock, Getty Images

Como funciona o bloqueio de celular roubado

Segundo a Anatel, o bloqueio de celular roubado utilizando apenas o número tem como objetivo combater roubos e furtos dos aparelhos eletrônicos. José Bicalho, presidente da agência, diz que o intuito é tirar a atratividade do produto roubado.

Os usuários poderão continuar utilizando o IMEI como forma de bloqueio, mas, para quem não tiver acesso, poderá recorrer apenas ao número da linha. Lembrando que o IMEI é encontrado na caixa do produto, na nota fiscal ou diretamente no celular, digitando *#06#.

Além de facilitar o bloqueio de celular roubado, a Anatel também anunciou mudanças para possíveis roubos de lojas. As empresas poderão pedir o bloqueio em delegacias e contar com um sistema automatizado, bloqueando o produto antes de entrarem no mercado.

Segundo dados da agência, atualmente já existem mais de 6,4 milhões de celulares bloqueados no Brasil. Com as novas medidas, processos que demoravam dias, poderão ser efetuados em apenas algumas horas.

O bloqueio de celular roubado pelas delegacias já está ativo em alguns estados, como  Bahia, Ceará e Espírito Santo. Outros estados interessados em fazer parte da nova medida deverão contatar a Anatel.

Roubos constantes preocupam

Uma pesquisa realizada pela companhia Bem Mais Seguro, divulgada no segundo semestre de 2015, revelou que mais de 60 celulares são roubados por hora no Brasil. Para se tornar ainda mais alarmante, o estudo levou em conta apenas ocorrências registradas em Belo Horizonte, São Paulo, Porto Alegre e Rio de Janeiro.

O Rio de Janeiro lidera o ranking, com uma média de 27 celulares furtados por hora. Em seguida vem São Paulo, com 26, Belo Horizonte com 6 e Porto Alegre com 4.

Além disso, os números tendem a crescer, levando em conta que muitas pessoas que têm seu aparelho celular roubado e não registram ocorrência. De acordo com dados do site colaborativo Onde Fui Roubado, apenas 56% das vítimas prestam queixa.

Para evitar o prejuízo da perda do aparelho, evite andar com seu celular na mão enquanto caminha na rua ou em um local de fácil acesso, como no bolso de trás ou com a bolsa aberta. Pequenos descuidos facilitam a ação de criminosos, que acabam furtando sem que, muitas vezes, você perceba.

Você vai se interessar por:

Segurança para sua família

Para se precaver e garantir mais segurança para você e sua família, além de estar atento ao bloqueio de celular, você pode conhecer os seguros de acidentes pessoais e vida, oferecidos pela Vivo, em parceria com a ACE Seguradora.

A contratação garante minutos grátis para falar de Vivo para Vivo nos finais de semana, além de sorteios mensais pela loteria federal. Tudo isso com a comodidade de pagar o seguro através da fatura do celular.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

Você já teve que fazer bloqueio de celular roubado? Como procedeu? Comente e compartilhe as dicas!

O controle financeiro pessoal e o futebol
Modelo de celular simples e barato
Ela aposta na longevidade saudável
Conversando sobre direitos do consumidor do plano de saúde
Pacientes com mais de 60 anos têm direito a acompanhante em caso de internação. Foto: iStock, Getty Images
LG G5 SE