Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Aumento da poluição ambiental gera custo para economia

A- A+

Que a poluição ambiental causa danos, você já deve saber. Basta sair à rua para sentir seus efeitos. Os problemas respiratórios que têm origem na má qualidade do ar e as doenças geradas pelo esgoto sem tratamento são dois exemplos. O que muita gente não se dá conta é que o descaso com o ambiente também gera um custo para a economia.

Você já parou para pensar na relação desse problema com as finanças? Prepare-se: a conta pode ser tão assustadora quanto os impactos da poluição na sua saúde.

Poluição ambiental no RJ

Poluição cria novo cenário noturno em cidade do Rio de Janeiro. Foto: Antonio Scorza, Shutterstock.com

Qual o custo da poluição ambiental?

Um estudo divulgado pela Universidade de Stanford, em janeiro de 2015, indicou que os custos causados pela emissão de gases do efeito estufa chegam a US$ 220 por tonelada. O dado se tornou alvo de polêmica, porque trouxe um número quase seis vezes maior que o previsto pelo governo americano, que estimava em US$ 37 o valor da tonelada de gás carbônico liberada na atmosfera.

O índice que mede o impacto financeiro da poluição ambiental se chama custo social do carbono. Ele estima o valor dos danos causados por cada tonelada de gás carbônico liberada na atmosfera. O índice guia as políticas contra as mudanças climáticas estabelecidas em âmbito mundial: quanto maior o número, maior deve ser o planejamento para enfrentar o quadro.

Frances Moore, professora da Escola de Ciências da Terra de Stanford e coautora do estudo, entende que os impactos econômicos das mudanças climáticas podem ser mais onerosos para a sociedade do que o previsto, já que teriam um choque permanente no PIB dos países.

“O modelo oficial afirma que as mudanças climáticas não afetam a taxa de crescimento econômico, mas novos estudos sugerem que isso não é verdade. As mudanças climáticas afetam não só a produção econômica de um país, mas também o seu crescimento. Há, então, um efeito permanente, que se acumula ao longo do tempo, levando a um custo social muito maior que o do carbono”, defende Frances.

Poluição ambiental na água

Poluição das águas também contribui para prejuízos econômicos no Brasil. Foto: Shutterstock

Você vai se interessar por:

Saiba mais sobre pegada ecológica e veja como calcular a sua

Casa ecológica e autosuficiente pode ser bom negócio

Veja como melhorar hábitos de consumo e produzir menos lixo em casa

Danos econômicos da poluição ambiental

O trabalho de Stanford fundamenta suas conclusões em pesquisas anteriores que mostram que a saúde econômica de um país sofre durante períodos de temperaturas elevadas. De acordo com o estudo, muito calor pode prejudicar produções agrícolas e industriais, além de aumentar a instabilidade política.

Isso poderia significar que países enfrentarão disfunções permanentes, como declínios econômicos em força de trabalho, capital e tecnologia, decorrentes de fenômenos climáticos extremos e outros “choques de temperatura”.

Poluição ambiental na agricultura

Setor agrícola é vítima e também vilão da poluição ambiental. Foto: AFNR, Shutterstock.com

Para conscientizar a população sobre as agressões sofridas pelo meio ambiente por causa da ação do homem, foi criado o Dia de Combate à Poluição, que é comemorado em 14 de agosto. A data reforça a necessidade de cada um fazer a sua parte para evitar os danos ao ambiente.

 

Gostou das dicas de poluição ambiental? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

melhor lugar para trabalhar
Já sabe o que fazer quando terminar a faculdade
Cuidando das finanças no lar
Fazendo o controle de finanças na prática
Vai devolver bem financiado
Aprendendo como transferir licença do Office