Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Atualização cadastral impacta no IPTU do Rio de Janeiro

A- A+

Se você mora na Cidade Maravilhosa, pode já ter recebido ou ainda poderá receber em sua casa a visita de um agente cadastrado para vistoria do seu imóvel. Não se assuste. É que a Prefeitura do Rio de Janeiro está promovendo uma atualização cadastral. Saiba para que serve e como proceder, além de reconhecer o agente para recebê-lo de forma segura.

Moradores do Rio de Janeiro devem receber a visita de um agente para Atualização Cadastral

Prefeitura do Rio realizará vistoria para atualizar informações sobre imóveis. Foto: iStock, Getty Images

Entenda a atualização cadastral

O objetivo é atualizar informações como área construída, idade e tipologia dos imóveis do Rio, para que haja maior justiça fiscal na incidência do IPTU. O trabalho é coordenado pela Secretaria Municipal da Fazenda, sendo executado pela empresa Millenio Serviços Técnicos, empresa vencedora da licitação.

Os imóveis serão fotografados de forma aérea e também serão feitos levantamentos de campo em locais onde for constatado acréscimo de construções ou outras alterações sem comunicação em relação aos dados do cadastro.

O cidadão receberá pelo correio a informação da necessidade de vistoria técnica no imóvel. Também há possibilidade de recebimento de um comunicado da atualização cadastral. No caso de imóveis sem divergências, nenhum tipo de atividade será realizada.  

Quem vai na sua casa

Por uma questão de segurança, é importante saber como identificar o agente cadastrado em caso de vistoria. Eles estarão identificados com colete e crachá da Prefeitura do Rio, além de confirmarem senha de segurança exclusiva que é informada ao cidadão por telefone no momento do agendamento.

O código de segurança também é encaminhado por e-mail, juntamente com os layouts de crachá e colete dos agentes.

O documento que informa sobre a vistoria também relata os dados apurados sobre o imóvel, e caso haja discordância, o cidadão pode contestar em até 15 dias após a notificação.

Você vai se interessar por:

Impactos da atualização cadastral no IPTU

Caso houver acréscimo da área do imóvel, o valor do IPTU poderá ser ajustado. Assim, a cobrança das possíveis diferenças está prevista para ser feita em guia complementar, nas mesmas condições que o IPTU regular: desconto para quem paga em cota única ou possibilidade de parcelar em 10 vezes.

O calendário do IPTU Rio de Janeiro foi divulgado pela prefeitura em dezembro. O valor de 7% de desconto foi mantido para quem optar pelo pagamento em cota única. As regras estabelecem que o pagamento pode ser feito em cota única no mês de fevereiro ou obedecendo a um calendário dividido em 10 cotas, de fevereiro a novembro.

Os cidadãos receberão os carnês para pagar o IPTU conforme o número final da inscrição do imóvel. Final de 0 a 5 cabe pagamento em cota única ou a primeira parcela do imposto no dia 03 de fevereiro. Todos os outros, que possuem final de inscrição de 6 até 9, têm a data um dia depois, 04 de fevereiro, para fazer os pagamentos.

 

O que acha da atualização cadastral em imóveis no Rio? Comente!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria