Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Assuma o controle de despesas pessoais e evite o endividamento

A- A+

Alimentação, impostos, taxas de água, luz e telefone, aluguel ou financiamento, transporte e vestuário. A lista de itens que compõem a rotina de gastos dos brasileiros é extensa, mas é preciso ter controle de despesas pessoais, ainda que não pareça fácil. Afinal, esse pode ser o segredo para a realização dos seus sonhos.

O que pesa no controle de despesas pessoais

O custo de vida é variável entre as cidades do Brasil, mas há componentes básicos que afetam o cidadão da mesma maneira, esteja ele endividado ou com as contas em equilíbrio. Segundo o educador financeiro Reinaldo Domingos, não são os itens em si que impactam no controle de despesas pessoais, mas a forma como cada um lida com eles.

Viver fora do padrão de vida é ainda uma realidade, avalia o especialista. “Muita gente gasta o que não tem, seja por impulso ou por influência de amigos e publicidade. Mas é importante que tomem cuidado com esse comportamento, pois as consequências são sérias”, alerta Domingos, que também é presidente da DSOP.

É preciso ter controle de despesas pessoais.

Manter o controle de despesas pessoais exige o diagnóstico diário dos gastos. Foto: Shutterstock

O educador financeiro considera que aqueles que não se preocupam em economizar e em analisar o que gastam têm mais dificuldade de manter o controle de despesas pessoais. “As pessoas compram por impulso e não colocam esses valores em suas contas. No fim do mês, ficam sem entender para onde foi o dinheiro e, muitas vezes, caem no ciclo do endividamento”, argumenta.

Para Domingos, os pequenos gastos podem representar o maior desafio no controle de despesas pessoais. “Muita gente pensa que cafezinhos, balas e lanches não comprometem o orçamento. Grande ilusão! São exatamente eles que podem desestruturar a vida financeira, pois são despesas que não costumamos controlar e, somadas, representam uma quantia relevante”, adverte.

Como exercer o controle de despesas pessoais

Se você busca assumir o controle de despesas pessoais, a principal dica é priorizar metas e sonhos. Segundo Reinaldo Domingos, as pessoas fazem a conta errada e só guardam dinheiro se ele sobra no final do mês. A equação correta seria a seguinte:

Ganhos – sonhos – despesas = dinheiro disponível.

É assim que você pode começar a gastar menos do que ganha, ensina o especialista.

Outra dica é realizar o diagnóstico financeiro. Conforme Domingos, é preciso anotar todos os gastos, mesmo os pequenos, realizados no período de 30 dias, separando-os por categorias. Isso permite uma visão mais ampla e detalhada das despesas, mostrando onde é possível cortar custos e obter uma redução significativa.

O educador financeiro explica que essa análise mostra, claramente, que é possível viver com o que se ganha e que as propagandas apelativas ou influências de terceiros não são motivos suficientes para perder o controle de despesas pessoais.

Vale lembrar que controlar gastos ajuda a eliminar dívidas, guardar dinheiro e alcançar a independência financeira que tanto se deseja.

Você vai se interessar por:

Seu nome protegido

Para se manter com o nome limpo, além de ter as finanças sobre controle, é importante dedicar atenção ao CPF, seu principal documento.

Com o Vivo Alerta CPF, você conta com um monitoramento exclusivo. Entre as suas funções, está o envio de um SMS ao cliente toda vez que ocorrer uma alteração no status do seu nome nas bases de dados da Serasa Experian, toda vez que uma empresa consultar o nome do cliente nessa base de dados e ainda quando o seu nome estiver prestes a ser negativado.

Além disso, o cliente recebe exclusivas dicas antifraude e pode visualizar o relatório completo sobre o seu CPF.

> Vivo Alerta CPF: Receba alertas via SMS sempre que houver consultas a seu CPF

Gostou das dicas para assumir o controle de despesas pessoais? Compartilhe!

sair da casa dos pais
vale a pena economizar
vale a pena pegar empréstimo
emprestimo urgente para negativado
erros financeiros comuns
como aprender com erros de finanças