Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Assistência x seguro viagem: entenda a diferença

A- A+

Quando você vai fazer uma viagem, nacional ou internacional, é comum receber de agências de turismo ofertas de assistência viagem ou seguro viagem. Pode parecer a mesma coisa, mas não é. Vale a pena entender as diferenças para escolher bem:  assistência x seguro?

De acordo com Manes Erlichman, sócio-diretor da Minuto Seguros, ao contratar um seguro viagem, você vai arcar com todas as despesas imprevistas que acontecerem durante o passeio e será reembolsado pela seguradora assim que retornar.

Já na assistência viagem, você não terá gastos durante a viagem. As despesas serão arcadas diretamente pela empresa de assistência de viagem, desde que ela seja acionada. “Atualmente, é muito comum um mesmo produto possuir coberturas oferecidas como ‘assistência’ – médica e odontológica por exemplo – e outras como ‘seguro’, que pode ser para acidentes pessoais, cancelamento de viagem etc.”, explica Erlichman.

modern businessman using tablet computer at airport

Assistência ou seguro oferece maior tranquilidade em uma viagem. Foto: iStock, Getty Images

Assistência x seguro: quais são as diferenças?

Para decidir o que é mais vantajoso na comparação assistência x seguro, é importante saber como funcionam essas duas opções.

seguro viagem é oferecido somente por seguradoras, que reembolsam o cliente no retorno da viagem. A Superintendência de Seguros Privados (Susep), autarquia vinculada ao Ministério da Fazenda, atua na fiscalização e regulamentação da venda de apólices de seguro.

Já a assistência viagem tem a vantagem de não exigir gastos do consumidor durante o período. Portanto, para decidir entre assistência x seguro, a análise da relação custo-benefício é decisiva – levando em conta qual das modalidades cabe melhor no seu bolso. No caso das assistências, é especialmente importante escolher uma empresa na qual você confia.

Quando assistência e seguro se confundem

Erlichman esclarece que o seguro viagem, mesmo que vendido por seguradoras, muita vezes contempla também coberturas oferecidas na modalidade de assistência. Por outro lado, existem também seguros viagem que são comercializados por empresas de assistência, em que as coberturas de seguros são garantidas por uma seguradora parceira.

Como receber o seguro?

Se você tiver qualquer problema de saúde e precisar fazer uso do seguro, o procedimento habitual é entrar em contato com a central de atendimento da empresa, que o encaminhará para o hospital, clínica ou médico mais indicado para atendê-lo na região.

Caso não seja possível, em uma situação emergencial, o viajante deverá procurar atendimento médico e, assim que possível, avisar a central de atendimento. Nesta situação, caso o cliente tenha que arcar com alguma despesa, ela deve ser reembolsada, mas sempre respeitando as condições e limites do seguro contratado.

Recentemente, a Superintendência de Seguros Privados (Susep), que regulamenta o setor de seguros, publicou uma resolução que ampliou o leque de coberturas obrigatórias no seguro viagem ao exterior. Entre outras mudanças, esta resolução estabelece que determinadas coberturas que eram oferecidas sob a forma de assistência passem a ser oferecidas obrigatoriamente sob a forma de seguro.

Qual das duas modalidades tem preço menor?

A relação de valores entre assistência x seguro depende de muitos fatores, o que impossibilita afirmar qual deles pesa menos no bolso. O valor a ser pago depende das coberturas e limites contratados, destino, duração da viagem e idade do viajante.

Gostou das dicas sobre assistência e seguro de viagem? Compartilhe!

É importante entender de finanças bem antes de sair de casa.
queda do dólar
trabalho temporario nos EUA para brasileiros em 2016
como lidar com a avareza
viagens econômicas pelo Brasil
viagem econômica para a Disney