Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Projeto de vida é ponto de partida para decisões financeiras

A- A+

Sabe aquelas resoluções que todo mundo costuma fazer na virada de ano? Deixar de fumar ou beber, comprar uma bicicleta, iniciar uma dieta, tomar mais água, alimentar-se melhor, voltar a estudar… Metas desse tipo podem ser a base para a estruturação de um projeto de vida, que não deve se estruturar apenas nas questões de saúde ou comportamento. Afinal, para que o conjunto de objetivos se torne viável, é necessária uma formatação financeira capaz de dar suporte de forma duradoura ao modo de vida escolhido e aos projetos pensados para o futuro. E, para que isso seja possível, é preciso estar ciente de que alguns sacrifícios serão necessários em prol de um objetivo maior: a execução do sonhado projeto de vida.

Para se ter uma vida estruturada sob o ponto de vista financeiro, é necessário planejamento. Além de saber exatamente os objetivos que se busca, é necessário traçar estratégias e definir caminhos, escolher os meios para que se consiga chegar ao fim desejado – uma vida calcada em atividades profissionais prazerosas, acompanhadas de tempo e espaço para a família, os amigos, os hobbies e tudo o mais que se traduza em qualidade de vida.

Projeto-de-vida

É necessária uma formatação financeira capaz de dar suporte aos projetos. Foto: iStock, by Getty Images

Projeto de vida baseia-se em vários aspectos

O consultor californiano Paul Dinsmore indica com clareza os passos a serem seguidos por quem busca uma vida de sucesso em sua plenitude, do aspecto pessoal ao profissional. A ideia é que todas as áreas conversem entre si, interagindo e interferindo direta ou indiretamente umas nas outras. “A vida é um projeto porque também é única, finita e composta por fases” ensina Dinsmore. “Temos a opção de simplesmente deixar fluir ou de fazer as coisas acontecerem.”

Radicado no Brasil há mais duas décadas, o consultor diz que o ponto de partida para um projeto de vida bem-sucedido é saber exatamente quais são os pilares de sua vida, zelando de forma constante para o seu fortalecimento. “Primeiramente, dividindo a vida em pelo menos cinco áreas: saúde e lazer, desenvolvimento, carreira, dinheiro e família. Precisamos estar bem nesses cinco setores, integrando nossas vontades e necessidades”.

Projeto de vida em nove passos

Confira a seguir os noves passos para a realização plena, segundo Dinsmore:

1) Quem você é?

A base do processo é o autoconhecimento. Quem se conhece, é capaz de conduzir as ações de forma mais positiva.

2) Qual a sua missão de vida?

Sabendo o que norteia a sua existência, pode-se definir o melhor caminho a ser seguido.

3) Quais as suas metas?

Defina quais os objetivos a serem atingidos e em que prazos. É preciso ter claras as metas de curto e de longo prazo.

4) Com quem contar?

É essencial pensar nas parcerias que terão de ser firmadas para a execução das metas. O apoio pode vir de familiares, amigos, amores e/ou colegas, por exemplo.

5) Gerenciando o tempo

É fundamental ter claras as necessidades para cada tipo de atividade (urgentes, importantes, relevantes, secundárias etc.) e destinar a cada uma o tempo viável e proporcional, distribuindo-o de forma inteligente.

6) Finanças em dia

O orçamento a ser adotado deve ser planilhado ou lançado em uma sistema que facilite o controle dos gastos.

7) Quais os riscos?

As possibilidades de percalços no caminho devem ser consideradas. Para cada uma delas, deve-se ter um plano de contingência.

8) Poder de adaptação

Nem sempre as coisas correm estritamente dentro do planejado. É preciso ter jogo de cintura para revisar planos e adaptar-se às circunstâncias.

9) Tudo ao mesmo tempo

Todas as premissas anteriores só irão funcionar quando executadas de forma simultânea. A vida é um conjunto de fatores. Se um vai mal, os outros podem desandar. Logo, a sucesso do projeto de vida dependerá do empenho em cada uma delas.

Gostou das dicas para projeto de vida? Compartilhe!

O controle financeiro pessoal e o futebol
É importante entender de finanças bem antes de sair de casa.
vale a pena ter seguro
como lidar com a avareza
abrir uma empresa de contabilidade
Queda do consumo das famílias brasileiras