Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Aproveite o início do inverno para economizar água e luz

A- A+

A noite de ontem, 20 de junho, marcou o início do inverno. Além das temperaturas mais frias, que geralmente são a cara da estação, os próximos três meses exigem atenção a duas despesas básicas importantes: água e luz.

Tal preocupação se justifica, afinal, nos dias gelados, a tendência é de aumento no uso de aquecedores, além de banhos mais quentes e demorados. Isso sem falar no menor tempo de iluminação natural, o que se reflete em lâmpadas ligadas por mais tempo nas residências.

Frio no início do inverno

Maior uso de aquecedores elétricos durante o inverno tende a elevar conta de luz. Foto: iStock, Getty Images

Início do inverno: hora de economizar

No frio, pode ficar mais difícil poupar água e energia elétrica, mas com algumas dicas básicas é possível evitar um valor mais alto nas faturas.

A primeira delas é tentar compensar os gastos elevados que são necessários (como a temperatura do chuveiro mais quente) com menor consumo na hora de usar a água para lavar a louça ou as roupas, por exemplo.

Apesar do chuveiro elétrico gastando mais energia e do uso do aquecedor, é possível também diminuir a conta de luz de outras formas. Uma delas é baixando o termostato da geladeira, que precisa de menos força para conservar os alimentos no inverno.

Devido ao alto consumo desse eletrodoméstico, que fica ligado 24 horas por dia na tomada e responde por cerca de 30% do total gasto em energia elétrica na casa, ajustar o termostato para uma potência menor pode diminuir consideravelmente a fatura no final do mês.

Há ainda aparelhos que ficam no chamado stand by, ou modo de espera, com aquela luzinha piscando. Eles também podem ser retirados da tomada quando não estão em uso. Televisão, rádio e micro-ondas são alguns exemplos. Além desses, deixar o carregador de celular plugado também gasta energia à toa.

Desligar a luz quando sair de um cômodo, deixar as janelas abertas para aproveitar a luz solar durante o dia e outras medidas básicas que são indicadas no ano todo se tornam ainda mais importantes com o início do inverno.

Medidas para poupar água

Para compensar os gastos maiores com a energia elétrica no início do inverno, vale também adotar algumas medidas para poupar água. Comecemos pelo básico e que todos já deveriam ter aprendido: fechar a torneira ao escovar os dentes, fazer a barba e ensaboar a louça, além de reduzir o tempo do banho.

Outra dica é utilizar aeradores nas torneiras, que são peneirinhas acopladas na saída de água e que diminuem a quantidade. Junte também as peças de roupa para lavar na capacidade máxima da máquina, aproveitando o uso da água. O mesmo vale para a lavadora de louça.

Além disso, é indicado ainda adotar uma descarga de caixa acoplada no vaso sanitário e verificar qualquer defeito ou vazamento. Normalmente, com a válvula em tempo de acionamento de seis segundos, a descarga gasta cerca de 15 litros. Quando ela está defeituosa, pode chegar a gastar até 30 litros.

Vale lembrar que as medidas podem ser adotadas não apenas no início do inverno, mas independente da estação, ajudando a diminuir os gastos das contas de água e luz, além de representarem atitudes importantes para preservar o meio ambiente.

Você vai se interessar por:

Você também tem uma dica de economia neste início do inverno? Comente!

vale a pena usar roupas de marca
feiras de trocas
vale a pena economizar
dividir aluguel com alguém
como lucrar vendendo cachorro quente
como lucrar vendendo bolo no pote