Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Aproveite o Dia do Soldado para investir na carreira militar

A- A+

Comemorado em 25 de agosto, o Dia do Soldado homenageia o nascimento de Luís Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, patrono do Exército Brasileiro. Nascido em 1803, ele ficou conhecido como “o pacificador” após sufocar rebeliões contra o Império do Brasil.

Ser soldado, ainda hoje, é o sonho de muitos jovens que desejam seguir a carreira militar. Somente em 2014, o número de alistamentos nas Forças Armadas foi de 1 milhão e 700 mil, segundo dados da Seção de Serviço Militar. Desses, houve aproximadamente 97 mil incorporados. Confira quais são as maneiras de ingresso, o funcionamento interno e as principais dificuldades encontradas.

Comemoração do Dia do Soldado

Data homenageia os valorosos combatentes do Exército Brasileito. Foto: Valter Campanato/ABr

Como ingressar no Serviço Militar

Existe duas maneiras de ingressar no serviço militar: através do alistamento e por meio de prestação de concurso público. A primeira é um serviço obrigatório que consiste na incorporação do cidadão às fileiras das Forças Armadas por um período remunerado de cerca de um ano, após processo de seleção dos jovens de 18 anos alistados, conforme previsto na Lei do Serviço Militar.

Além disso, o tempo do serviço militar pode ser prorrogado para os voluntários, conforme legislação específica, até o limite de sete anos de serviço, com remuneração diferente do primeiro ano, de acordo com sua qualificação e hierarquia alcançada.

O jovem incorporado às fileiras do Exército Brasileiro através do alistamento obrigatório recebe dos cofres públicos um salário mínimo.

No entanto, se você possui mais de 18 anos, pode prestar um concurso público para uma das diferentes escolas da Força Militar. Se aprovado, depois de formado, seguirá a carreira até passar para a reserva remunerada.

Dia do Soldado

Exército apoiou a ocupação do Complexo do Alemão, no Rio, em 2010. Foto: Vladimir Platonov/ABr

Passe o Dia do Soldado estudando

Segundo o Centro de Comunicação Social do Exército, existem cinco escolas de formação de oficiais para nível superior (EsPCEx, AMAN, IME, EsFCEx, EsSEx) e outras três que preparam para Escola de Sargentos das Armas (de nível médio) .

O próximo concurso de admissão para os cursos de formação de sargentos acontece no dia 18 de outubro, apenas dois meses depois do Dia do Soldado. Você já começou a estudar?

Você vai se interessar por:

Descubra quais são as profissões em alta

A vida começa aos 40 anos? Veja dicas para mudar de carreira

Dúvidas sobre escolha profissional? Procure orientação

8 principais atribuições de um militar de carreira

Caso você esteja disposto a seguir a carreira militar, é fundamental saber as principais características da atividade. Confira:

1. Risco de morte

Seja nos treinamentos, na sua vida diária ou na guerra, o risco de perder a vida é inerente à profissão.

2. Disciplina e hierarquia

O militar tem de obedecer a severas normas disciplinares e a estritos princípios hierárquicos, que condicionam toda a sua vida pessoal e profissional.

3. Dedicação exclusiva e disponibilidade permanente

O militar não pode exercer qualquer outra atividade profissional, o que o torna dependente de seus vencimentos e dificulta o seu ingresso no mercado de trabalho, quando na inatividade. Além disso, precisa se manter disponível para o serviço ao longo das 24 horas do dia.

4. Vínculo com a profissão

Mesmo quando na inatividade, o militar permanece vinculado à sua profissão. Quando não reformados, constituem a “reserva” de 1ª linha das Forças Armadas, devendo se manter prontos para eventuais convocações e retorno ao serviço ativo, conforme prevê a lei.

5. Mobilidade geográfica

Pode ser movimentado em qualquer época do ano, para qualquer região do país, indo residir, em alguns casos, em locais inóspitos e destituídos de infraestrutura de apoio à família.

Dia do Soldado, Exército no Haiti

Militares do Exército em missão de paz da ONU, no Haiti, em 2004. Foto: Ana Nascimento/ABr

6. Vigor físico

As atribuições que o militar desempenha se direcionam não apenas para ocasião de eventuais conflitos, para os quais deve estar sempre preparado, mas também ao tempo de paz. Durante toda a sua carreira, há periódicos exames médicos e testes de aptidão física, que condicionam a sua permanência no serviço ativo.

7. Proibição de sindicalizar-se

O impedimento de sindicalização advém da rígida hierarquia e disciplina, por ser inaceitável que o militar possa ir contra à instituição a que pertence, devendo-lhe fidelidade irrestrita.

8. Restrição aos direitos trabalho

O militar não usufrui alguns direitos trabalhistas, de caráter universal, que são assegurados aos trabalhadores, dentre os quais incluem-se remuneração do trabalho noturno superior à do trabalho diurno, jornada de trabalho diário limitada a oito horas, obrigatoriedade de repouso semanal remunerado e remuneração de serviço extraordinário.

Gostou de saber mais sobre o Dia do Soldado? Deixe seu comentário.

o que são benefícios assistenciais
como economizar na limpeza
melhor lugar para trabalhar
Como tirar manchas de mofo e bolor da parede
Qualidade de vida no trabalho
Despertador aborda a diferença salarial entre gêneros