Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Aprenda como se arrumar bem e não comprometer o orçamento

A- A+

Estar sempre bem vestida, com roupas que combinem, estejam na moda e ainda confortáveis para encarar o dia a dia. Esse é um desejo comum entre as mulheres, embora nem sempre fácil de realizar, especialmente quando se soma a isso a necessidade de economizar. A saída é encontrar alternativas para aprender como se arrumar bem, mas sem gastar muito.

Como se arrumar bem e economizar em 4 dicas

A consultora de estilo Danyla Borobia indica que a criatividade é a melhor forma de descobrir como se arrumar bem sem desequilibrar as finanças da família.

A dica é válida principalmente em um período em que a economia do país entra em crise e a combinação de preços elevados e renda desvalorizada dificulta os cuidados com o visual.

Versatilidade

Mulher mostra como se arrumar bem

Combinações criativas e de bom gosto são certeiras para se arrumar bem. Foto: iStock, Getty Images

Danyla acredita que, para conseguir compor mais looks com as peças do guarda-roupa, o melhor é se autoconhecer. “Sabendo as ocasiões e a forma como gosta de se vestir, fica muito mais fácil de usar a criatividade”, diz.

Segundo ela, a ideia é fazer um “detox” no guarda-roupas e pensar em formas diferenciadas de compor as peças. “Misturar cores, tecidos, caimentos e estilos”, indica.

Trocas

Como se arrumar bem em brechós

Organizar trocas é opção para comprar barato e se divertir com as amigas. Foto: iStock, Getty Images

Trocar peças de roupa com as amigas também é uma opção para quem quer se arrumar bem. A dica é aproveitar as peças do guarda-roupa que não usa mais e fazer um bazar de troca de roupas e acessórios com as amigas.

“Não precisa ser nada elaborado, basta organizar uma tarde gostosa com comidinhas, bebidinhas, muitas risadas”, aconselha. “Você termina o dia com peças novas para o guarda-roupas”, completa.

Clássicos

Como se arrumar bem em casa

Peças claras são elegantes e estão sempre na moda. Foto: iStock, Getty Images

Buscar peças clássicas e de boa qualidade é uma saída para driblar os gastos. A ideia é não apostar em peças “da moda”, mas sim em artigos com ótimo caimento, excelente acabamento, tecidos elegantes e cores menos chamativas.

Segundo Danyla, a elegância geralmente aparece em cores claras e neutras e em caimentos impecáveis.

Acessórios

Como se arrumar bem

Lenços e echarpes são acessórios que complementam bem o look. Foto: iStock, Getty Images

Os acessórios podem emprestar cor aos looks e até mesmo informação de moda, que podem aparecer em cores, estampas, tecidos e estilos.

Eles geralmente são mais acessíveis financeiramente, como os lenços, echarpes, sapatos, bolsas, colares, óculos, prendedores de cabelo e luvas. “São a aposta certa para ficar na moda, elegante e ainda gastando pouco”, propõe a profissional, que sugere renovar as peças que você já tem.

Por que aprender como se arrumar bem

Uma pesquisa do site Daily Mail mostrou que os homens norte-americanos classificam as mulheres brasileiras como as mais bonitas do planeta. E não é para menos.

No Brasil, o público feminino considera a beleza e os cuidados estéticos como fundamentais. Conforme dados da Onodera, rede de clínicas estéticas, 88% das mulheres acham que o visual interfere nas suas relações consigo e com os outros.

Você vai se interessar por:

Cuidados com a beleza podem pesar menos no orçamento doméstico

Compare 4 modelos de secador de cabelos e invista na sua beleza

Produtos de beleza: veja tendências para 2015

E a moda é um dos principais caminhos para chegar a esse padrão estético idealizado. A empresa de consultoria A.T. Kearney analisou os hábitos de consumo das mulheres em 30 países emergentes e considerou que, na América Latina, o Brasil é o maior mercado de vestuário.

Já um estudo da Associação Brasileira do Varejo Têxtil indica que as famílias brasileiras gastam R$ 102 bilhões por ano em artigos têxteis.

Mas esse alto nível de consumo influencia, diretamente, no orçamento das famílias. Para o IBGE, cada brasileiro gasta, em média, R$ 100 por mês em roupas.

Ainda segundo o instituto, cada família tem aproximadamente três componentes e uma renda mensal total de cerca de R$ 2 mil. Assim, estima-se que 15% do orçamento mensal seja gasto somente com vestuário.

 

Gostou das dicas para aprender como se arrumar bem? Compartilhe!

metas de curto médio e longo prazo
quando vale a pena comprar título de capitalização
como conseguir desconto na compra de livros
exemplos de produtos supérfluos
como pechinchar na internet
como abrir um salão de beleza