Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Aprenda como fazer um plano de negócios em 5 dicas práticas

A- A+

Você sabia que a falta de planejamento está entre as principais causas da falência precoce entre as empresas? A conclusão é do estudo Causa Mortis, conduzido pelo Sebrae-SP: entre as companhias paulistas que fecharam as portas em menos de cinco anos, 82% foram concebidas por, no máximo, seis meses. Para não fazer parte das estatísticas, saber como fazer um plano de negócios é essencial.

Como fazer um plano de negócios

Descrição faz parte da estratégia que antecede a abertura de uma empresa. Foto: iStock, Getty Images

Como fazer um plano de negócios

Com a ajuda do manual Como elaborar um plano de negócios, disponibilizado gratuitamente pelo Sebrae, selecionamos os pontos mais importantes desse tipo de documento. Confira as cinco etapas:

1. Descrição do produto e serviço

O primeiro passo é definir a atividade da sua empresa. Descreva o ramo de atuação e elabore um resumo como ponto de partida. Nessa hora, você também precisa escolher o regime tributário, a forma jurídica e o capital social da companhia. Na dúvida, entre em contato com o contador da sua confiança.

2. Análise de mercado

Esse estudo permite analisar a viabilidade do negócio, com base no desempenho do mercado no qual você pretende se inserir. A ideia é realizar um levantamento sobre os concorrentes, o público-alvo e os fornecedores. Dentro desse contexto, qual será o seu diferencial?

3. Plano de marketing

De que forma o produto será comercializado? Defina uma estratégia para apresentação do serviço, estude as formas de distribuição e as técnicas de promoção. Para associar a marca ao público alvo, um profissional de Publicidade e Propaganda pode ser valioso.

4. Plano operacional

O que é necessário para colocar o negócio em prática? Elabore um organograma da empresa, com toda a estrutura organizacional previamente delimitada. Hora de definir o perfil dos funcionários que você irá contratar e a infraestrutura e localização da sede da empresa.

5. Planejamento financeiro

Qual será o investimento total para abertura da empresa? Estime os gastos fixos, a necessidade de capital de giro e faça uma previsão (pessimista) de faturamento. Deixar o otimismo exagerado de lado nessa etapa do plano de negócios permite estar preparado caso o pior aconteça.

Apoio de especialistas é recomendado

Ao solicitar apoio de consultorias especializadas no ramo empresarial – o próprio Sebrae é um exemplo -, o empreendedor de primeira viagem consegue minimizar os inevitáveis riscos de abrir um negócio.

Seja com orientações quanto à viabilidade do negócio, dicas sobre fornecedores ou insights a respeito da situação do mercado de trabalho, os assessores trazem uma opinião consolidada por anos de experiência. Muitas vezes, o olhar externo permite enxergar características que passam batidas por quem vive o dia a dia da empresa.

Para finalizar, é preciso lembrar que, na hora de planejar uma empresa, toda ajuda é válida. A dedicação na fase que antecede a abertura da companhia pode significar a diferença entre o sucesso e a falência no longo prazo.

Você vai se interessar por:

Já sabe como fazer um plano de negócios? Conte sua experiência nos comentários!

Pokémon Go
como lucrar vendendo artesanato
como lucrar vendendo cosméticos
como abrir uma academia de ginástica
como abrir uma pizzaria
como montar uma drograria