Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Aprenda como calcular IPVA de carro

A- A+

O IPVA é o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores pago ao Estado por todos os proprietários de veículos e é cobrado sempre no início de cada ano. O imposto pode ser pago de uma única vez, o que pode gerar bons descontos ao consumidor, ou em três ou mais parcelas, a depender do estado a qual o veículo está vinculado.

Mas como calcular o IPVA de um carro? O valor do imposto é definido por alguns critérios básicos que variam de estado para estado. De modo geral, o cálculo do IPVA a ser pago é feito a partir do valor venal do próprio veículo e da alíquota do imposto definido por cada estado.

Regras de como calcular IPVA

Em primeiro lugar, para saber como calcular o IPVA do seu carro, o proprietário do veículo deve pesquisar sobre o valor venal do automóvel, ou seja, o valor de estimativa do bem determinado pelo poder público. No caso de automóveis, esse valor é determinado pela tabela FIPE (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

como-calcular-ipva

O cálculo do IPVA é feito a partir do valor venal do próprio veículo. Foto: iStock, by Getty Images

A tabela FIPE calcula os preços médios dos veículos (carros, motos, caminhões) novos e usados a partir várias informações: preços dos automotores nos vários lugares do Brasil, marca, modelo, ano de lançamento, cor, estado de conservação etc.

Consulte a Tabela FIPE para saber a estimativa de preços de carros, motos, caminhões e micro-ônibus.

Depois de descobrir o preço médio do seu veículo na tabela, o próximo passo para o consumidor calcular o IPVA devido é aplicar a alíquota do imposto determinado pelo estado em que o veículo está registrado.

Cada estado possui alíquotas próprias e as determina de acordo com categorias de automotores pré-estabelecidas.

Como calcular IPVA: alíquotas e categorias

O cálculo do IPVA em São Paulo, por exemplo, é determinado por quatro diferentes alíquotas:

– 4% do valor venal do veículo para automóveis movidos a gasolina ou flex;

– 3% do valor venal do veículo para aqueles que rodam exclusivamente a álcool, gás ou eletricidade;

– 2% do valor venal do veículo para motocicletas, caminhonetes cabine simples e ônibus ou micro-ônibus;

– 1,5% do valor venal do veículo para caminhões.

Isso quer dizer que um veículo de passeio flex avaliado em R$ 50 mil pela tabela FIPE deve pagar R$ 2 mil de IPVA.

Em outro exemplo, no Ceará, o cálculo do IPVA é definido por outras categorias e alíquotas que variam entre 1% e 2,5%:

– 2,5% sob o valor venal de automóveis, caminhonetes, caminhonetas e utilitários;

– 1% sob o valor venal de ônibus, micro-ônibus, caminhões/locadoras, motocicletas, motonetas, ciclomotores e triciclos até 125 cilindradas;

– 2% sob o valor venal de motocicletas, motonetas, ciclomotores, triciclos acima de 125 cilindradas;

– 1,5% sob o valor venal de aeronaves;

– 2,5% sob o valor venal de embarcações e outros modelos.

O Detran e a Secretaria da Fazendo, responsáveis pelo recolhimento do IPVA, possuem um site que concentra as informações de alíquotas e categorias de todos os estados.

Uma informação preciosa: veículos entre 10 e 20 anos de fabricação são isentos de pagar IPVA. A regra, mais uma vez, varia de estado para estado.

> Vivo Assistência Casa e Auto: Garanta eletricista, encanador, chaveiro e mais para casa

Gostou das dicas para como calcular IPVA? Compartilhe!

como calcular a reforma de um apartamento
quanto custa um seguro de casa
como escolher uma seguradora de veiculos
preço de imoveis começa a cair
economizar no seguro da casa
economizar no seguro do carro