Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Aposentados e pensionistas: o que fazer com a primeira parcela do 13º salário

A- A+

Desde o fim de setembro, aposentados e pensionistas da Previdência Social estão recebendo a primeira parcela do 13º salário, que corresponde à metade do benefício. Mas a sua liberação não veio sem antes ter gerado polêmica.

Com a crise econômica, o governo havia anunciado a intenção de parcelar o adiantamento em duas vezes, cada uma concedendo 25% do valor total pago ao trabalhador. Depois de manifestações contrárias e repercussão negativa, os planos do Executivo mudaram e ficou definido o pagamento normal da primeira parcela.

Mas você já sabe o que fazer com esse dinheiro? Para o educador financeiro Reinaldo Domingos, presidente da DSOP, só a ameaça de que ele chegaria em prestações já serviu para mostrar a falta de planejamento de muitos quando o assunto são as próprias finanças.

Aposentados e pensionistas estão recebendo a primeira parcela do 13º salário.

Não considerar o 13º salário como um extra e poupar esse valor é a principal dica. Foto: Shutterstock

Como o usar o dinheiro da primeira parcela

Com a primeira parcela do 13º na conta, a dica de Domingos vai na contramão de quem já espera o recurso pensando em como gastar. A recomendação é poupar o dinheiro para realizar sonhos. Ou seja, nada de contar com a quantia para quitar dívidas.

O conselho parece estranho? Ele justifica que o objetivo é aprender a pagar as contas com o próprio orçamento, sem depender desde o início de um valor extra que pode ficar disponível – e que causa problemas quando não vem.

Quando não há alternativa, a saída é utilizar o dinheiro para equilibrar as finanças e ter atenção para que o ano seguinte seja diferente. Dê preferência ao pagamento das contas que concentram juros mais altos primeiro. Uma vez quitadas, o desafio é manter o orçamento dentro dos limites da sua renda.

Já para aqueles que estão com as contas em dia, o conselho é investir. Pode ser uma aplicação pequena e de baixo retorno, mas é preciso ter objetivos claros para o uso da quantia, tanto de prazo quanto de rendimento. Afinal, nada melhor do que a motivação certa para alcançar os seus objetivos, seja a compra de um imóvel ou uma viagem com a família.

Se você não tem muita intimidade com o assunto e deseja apostar na simplicidade da caderneta de poupança, por exemplo, é preciso considerar o tempo maior que vai ser necessário para conseguir a quantia determinada.

Para os investimentos em ações, por outro lado, o cuidado é com a possibilidade de perder dinheiro com as variações do mercado.

Detalhes sobre o pagamento da primeira parcela

Para não ter mais surpresas sobre o valor a ser recebido, vale a pena ficar atento às informações disponibilizadas pelo Ministério da Previdência Social e planejar o uso do seu dinheiro.

Nessa primeira parcela paga aos aposentados e pensionistas, não ocorre a cobrança do Imposto de Renda. O valor só é cobrado – para aqueles que recebem mais do que o salário mínimo – quando for depositada a segunda parcela, a partir de 24 de novembro.

Mas esteja atento, porque nem todos os beneficiários recebem a antecipação de 50%. A regra não é válida, por exemplo, para aqueles que passaram a contar com a aposentadoria ou pensão do INSS a partir de janeiro deste ano.

Você vai se interessar por:

7 dicas para melhorar as suas decisões financeiras

Aprenda como calcular a aposentadoria após mudanças nas regras

Saiba como planejar a aposentadoria com ajuda de aplicativos

Segurança para sua família

Para se precaver e garantir mais segurança para você e sua família, além de gerenciar da melhor forma o dinheiro da primeira parcela do 13º e suas finanças de modo geral, você pode conhecer os seguros de acidentes pessoais e vida, oferecidos pela Vivo, em parceria com a ACE Seguradora.

A contratação garante minutos grátis para falar de Vivo para Vivo nos finais de semana, além de sorteios mensais pela loteria federal. Tudo isso com a comodidade de pagar o seguro através da fatura do celular.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

E você, já sabe como usar a primeira parcela do 13º salário? Comente!

O controle financeiro pessoal e o futebol
Ela aposta na longevidade saudável
Benefícios que o desempregado tem direito
Conversando sobre direitos do consumidor do plano de saúde
Pacientes com mais de 60 anos têm direito a acompanhante em caso de internação. Foto: iStock, Getty Images
Passo a passo para planejar financeiramente a gravidez