Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Aluguel por temporada é opção para quem pretende viajar

A- A+

Seja para curtir um feriado prolongado ou para sair da rotina em férias de época, o aluguel por temporada se mostra uma boa opção. A modalidade cresceu 70% nos últimos anos, de acordo com pesquisa realizada pela consultoria Oh!Panel, levando em conta apenas as pessoas que procuram esse tipo de imóvel pela internet.

Diferentemente da modalidade tradicional, a locação por temporada pode ter uma duração de vínculo de, no máximo, 90 dias, conforme explica a diretora do Sindicato de Imóveis do Estado de Santa Catarina (Secovi- SC), Libera Leduc Waslawick.

Segundo ela, além do período de três meses, o pagamento deve ser feito 50% na reserva e 50% na chegada. “E os imóveis são mobiliados”, explica.

É possível encontrar opções de aluguel por temporada pela internet.

Realize a vistoria do imóvel em companhia do proprietário ou de representante. Foto: iStock, Getty Images

5 passos do aluguel por temporada

Para que o aluguel por temporada seja um negócio vantajoso tanto para o dono do imóvel quanto para quem o loca, alguns cuidados precisam ser adotados. Confira quatro dicas:

1. Busque um corretor

Para Libera, antes de realizar o aluguel por temporada, o inquilino precisa verificar junto ao Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci) da cidade ou do estado e saber se os profissionais são realmente corretores.

2. Verifique as informações

Segundo ela, na hora de efetuar o depósito da reserva, também é importante observar se a conta bancária é da imobiliária responsável e ter em mãos o contrato, com os dados do imóvel e da imobiliária (endereço e CNPJ, por exemplo).

3. Conheça o imóvel

O Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) recomenda visitar a casa sempre que possível. O consumidor tem o direito de vistoriar o imóvel em companhia do proprietário ou representante. Ele deve relacionar as condições gerais em que ele se encontra para evitar o pagamento de eventuais danos que não tenha causado.

4. Formalize a locação

O órgão recomenda também fazer um contrato que discrimine o que foi tratado verbalmente, como as datas de entrada e saída do imóvel, nome e endereço do proprietário, preço e forma de pagamento, local de retirada e entrega das chaves, entre outros detalhes do negócio.

5. Esteja preparado

Você pode ser solicitado a pagar um cheque-caução. De acordo com a Secovi-SP, é de praxe o proprietário requerer ao inquilino uma garantia dos bens que estão no imóvel. Esse cheque deve ser devolvido ao locatário ao se observar, na vistoria de saída, que o imóvel está em ordem.

Aluguel por temporada na internet

Se você está em busca de praticidade, a internet pode ajudar. O site AlugueTemporada, por exemplo, funciona como um classificados online. Nesse tipo de espaço, é possível procurar, negociar e reservar a casa ou apartamento diretamente com o proprietário.

Para isso, basta pesquisar a localização do imóvel, contatar o administrador para fazer questionamentos a respeito da propriedade e negociar com ele, por telefone ou e-mail.

É possível encontrar mais de 1 milhão de imóveis em 190 países diferentes. O portal brasileiro faz parte do grupo HomeAway, que reúne mais de 240 milhões de visitantes todo o ano.

Você vai se interessar por:

Manter o aluguel ou comprar um imóvel: saiba como decidir

IGP-M: conheça o índice de inflação responsável pelo reajuste do aluguel

Confira 5 dicas para economizar com o aluguel

Proteja seus bens

Com o Seguro Proteção Residencial da Vivo, você conta com coberturas para incêndio, raio, explosões, roubo e furto qualificado de bens, danos elétricos e responsabilidade civil familiar. O serviço, em parceria com a seguradora ACE, ainda oferece praticidade no pagamento, que pode ser realizado na mesma fatura mensal do seu celular.

> Seguros para seus bens: Proteção da sua casa até sua bolsa, mochila e carteira

Gostou das dicas sobre aluguel por temporada? Deixe um comentário!

investir em imóvel na planta vale a pena
vale a pena investir na decoração de uma casa para alugar
dividir aluguel com alguém
cooperativa habitacional
preço de imoveis começa a cair
por que a poupança rende tão pouco