Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Alta na taxa de juros do crédito consignado exige atenção

A- A+

O tradicional empréstimo com desconto em folha de pagamento está mais caro desde o início do mês. Em 9 de novembro, foi publicado no Diário Oficial da União o aumento da taxa de juros do crédito consignado. Com o reajuste, aposentados, pensionistas e trabalhadores com carteira assinada que utilizam a modalidade precisam ser mais cautelosos.

Taxa-de-juros-do-credito-consignado-seudinheiro-istock

Crédito consignado ainda é a modalidade com as menores taxas de juros. Foto: iStock, Getty Images

A nova taxa de juros do crédito consignado

O Conselho Nacional de Previdência Social anunciou os percentuais: a taxa de juros do empréstimo pessoal passa de atuais 2,14% para 2,34% ao mês. Já a taxa do cartão de crédito aumenta de 3,06% para 3,36% ao mês.

Além do reajuste, segue valendo uma mudança no limite de comprometimento da renda com empréstimos, anunciada a partir de medida provisória em julho. Antes em 30%, pode alcançar 35%, mas a diferença de 5% só pode ser aplicada a dívidas relacionadas ao cartão de crédito.

Em um exemplo prático, uma pessoa que tem um salário de R$ 3 mil poderia comprometer R$ 900 da sua renda com crédito consignado (equivalente a 30%). Com as novas regras, esse limite sobe para R$ 1.150 (35%), mas os R$ 150 de diferença só podem ser destinados a dívidas do cartão.

Como proteger suas finanças

Com a alta da taxa de juros do crédito consignado, o cidadão precisa de um cuidado extra antes de pedir dinheiro emprestado. Confira dicas para proteger suas finanças.

Análise

É indispensável fazer uma análise financeira por, no mínimo, um mês. Nesse período, é importante registrar toda a trajetória do seu dinheiro, seus gastos mensais, suas dívidas, enfim, é uma espécie de check up financeiro.

Evite dores de cabeça

Algumas reflexões são úteis antes de fazer um empréstimo. Lembre-se, por exemplo, que o seu custo de vida deverá ser reduzido durante todo o parcelamento. E 35% é uma redução considerável. No caso do crédito consignado, isso significa um salário menor todos os meses.

Terceirização do empréstimo

Devido às facilidades do crédito consignado, é comum que aposentados e pensionistas façam empréstimos em seu nome para ajudar terceiros. Entretanto, isso pode se tornar motivo de problemas no futuro. Os especialistas indicam que não se faça isso.

Portabilidade

Quando o tomador de crédito encontrar taxas de juros melhores em outra instituição financeira, a portabilidade da dívida pode ser realizada. É importante pesquisar todas as oportunidades.

Raiz do problema

Outra dica importante é que, antes de consumar o empréstimo, você consiga identificar de onde vem o seu problema financeiro. Para usar seu dinheiro de forma consciente, é fundamental analisar os dados e assumir o controle das finanças, evitando ter novos problemas mais à frente.

Você vai se interessar por:

Cartão de crédito com benefícios

Para quem usa o cartão com consciência e aproveita todos os seus benefícios sem comprometer o bolso, falta só escolher aquele que mais se adapta às suas necessidades e exigências.

Com os Cartões de Crédito Vivo, você pode parcelar em até 12 vezes sem juros nas lojas Vivo e somar pontos no programa de recompensas Vivo Valoriza. Oferecidos em parceria com o Itaú e o Santander, eles também dão bônus e pontos para você falar mais em ligações para telefone fixo ou de longa distância, enviar SMS e acessar a internet, além de descontos em cinema e muitas outras vantagens.

> Cartões de Crédito Vivo: Conheça as vantagens

O que acha da nova taxa de juros do crédito consignado? Comente!

melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
como cancelar pedido feito no cartão de crédito
reembolso no cartão de credito
formas de pagamento para fazer compras pela internet
como entender a fatura do cartão de crédito