Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Além da poupança: saiba qual o melhor investimento financeiro para você

A- A+

O percentual varia conforme a pesquisa, mas o resultado aponta na mesma direção: a poupança é a aplicação preferida do brasileiro. Em boa parte, isso pode ser explicado pelo menor risco que ela oferece ao seu bolso. Mas ao se perguntar qual o melhor investimento financeiro para você, que deseja uma rentabilidade maior, as opções costumam ser outras. Descubra mais sobre elas e confira como fazer para o seu dinheiro multiplicar.

seudinheiro-qual-o-melhor-investimento

Faça as contas e descubra como ter ganhos consideráveis com segurança. Foto: iStock, Getty Images

Estudos conduzidos pelo Instituto Rosenfield, em 2012, e pela Fecomércio-RJ, em 2013, comprovam: o brasileiro não gosta de se arriscar quando o assunto é aplicar seu dinheiro. Ao se perguntar sobre qual o melhor investimento, a poupança aparece como primeira opção dos entrevistados (44,4% no primeiro levantamento e 81% no segundo).

As regras fáceis de compreender e a isenção no pagamento de impostos tornam o investimento prático. Mas o seu rendimento, pouco acima dos 0,5% ao mês, deixa a desejar quando comparado com outras opções do mercado.

Seja para um investidor mais conservador ou para aquele que está com disposição de arriscar, alternativas não faltam para escolher qual o melhor investimento financeiro para o seu perfil.

Qual o melhor investimento para você?

CDB e RDB

Os chamados depósitos a prazo têm no Certificado de Depósito Bancário (CDB) e no Recibo de Depósito Bancário (RDB) as opções mais tradicionais.

São investimentos que devem ser levados em conta para um rendimento maior. Os depósitos a prazo são uma espécie de empréstimo que o cliente faz ao banco no qual possui aplicações. Nessas opções, quanto maior o tempo sem movimentação, maior o rendimento.

Mesmo com a necessidade de declarar no Imposto de Renda os rendimentos, o que não é preciso na poupança, a remuneração ainda é mais vantajosa nesses investimentos devido às maiores taxas oferecidas pelos bancos.

A principal diferença entre eles é que o CDB pode ser negociado por meio de transferência. Já o RDB é inegociável e intransferível. Em outras palavras: como o RDB é um recibo, o cliente pode, no máximo, desistir da aplicação. Com isso, recebe o dinheiro de volta sem rendimento. Como o CDB pode ser transferido, o cliente pode vender a outra pessoa.

Tesouro Direto

Os títulos do Tesouro Direto são considerados investimentos muito seguros, pois quem garante a sua remuneração é o Tesouro Nacional, ou seja, o governo. Na prática, o dinheiro usado pelo investidor para comprar um título do Tesouro é usado pelo governo federal para se financiar.

Ao comprar o título, o cliente tem um prazo para receber de volta o valor investido, com o acréscimo de juros, o que supera os ganhos da poupança e do CDB.

Bolsa de Valores

Para quem tem um perfil mais ousado, que gosta de arriscar, a Bolsa de Valores é uma opção. Aqui, há o risco de ganhar, mas também de perder dinheiro, então, é preciso ter controle das emoções.

O investidor da modalidade deve pensar no longo prazo, mas sem deixar de acompanhar o dia a dia da movimentação financeira, justamente para ter mais confiança no momento para ter o maior lucro.

Você vai se interessar por:

Veja 4 opções de investimento de baixo risco

Confira pontos favoráveis do fundo de investimento imobiliário

É possível considerar carro como investimento? Descubra

 

Gostou das dicas para definir qual o melhor investimento para você? Cadastre-se e receba nossa newsletter.

investir em imóvel na planta vale a pena
vale a pena investir na decoração de uma casa para alugar
vale a pena ter seguro de vida
melhores universidades do brasil
quando vale a pena ter cartão de credito
dinheiro poupança pode ser penhorado