Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Airbags: item é obrigatório nos veículos nacionais

A- A+

Desde o início de 2014, todos os veículos nacionais são obrigados por lei a sair de fábrica com airbags inclusos entre os seus itens de série. A legislação é válida tanto para os carros de passeio quanto para as caminhonetes e o dispositivo de segurança deve estar presente pelo menos nos dois bancos dianteiros.

Mas você sabe como funciona esse recurso? Ele entra em cena ainda antes de uma batida, quando acontece uma frenagem brusca. Conforme explica o diretor da Bráulio Veículos e Consultoria, Bráulio Brum Neto, ao identificar uma situação de impacto que pode colocar em risco a vida dos passageiros, o sistema ativa o preenchimento de uma bolsa com gás nitrogênio, que amortece o movimento e evita traumas.

Airbags e o impacto financeiro

Para evitar o sufocamento dos ocupantes do veículo, o sistema de airbags infla e desinfla em um piscar de olhos. Mas para que ele funcione de maneira mais eficiente, o ideal é estar combinado com o uso do cinto de segurança, que evita que o corpo seja lançado em caso de impacto.

No início do ano passado, quando a nova lei entrou em vigor, a estimativa do então ministro da Fazenda Guido Mantega era de que o preço dos iria crescer entre 4% e 8%, como repasse do custo e ainda com o aumento no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

Para o gerente de vendas da Simpala, Anderson Coronas de Azambuja, hoje o efeito é o contrário, e o mercado é que absorveu o aumento ocorrido com a obrigatoriedade do sistema de airbags. Ao mesmo tempo, Neto entende que o aumento na produção também barateou custos.

Um airbag pode no momento de um acidente evitar que a pessoa tenha maiores complicações. Foto: iStock, by Getty Images

O airbag infla no momento em que detecta uma diminuição brusca de velocidade. Foto: iStock,  Getty Images

Tipos de airbags disponíveis no mercado

Os tipos mais comuns são os airbags frontais, que ficam localizados no painel e no volante do veículo. De acordo com a legislação, são eles que passaram a ser de uso obrigatório.  Mas eles não são os únicos modelos disponíveis para oferecer segurança.

Para os passageiros no banco traseiro, o mais comum é que o sistema esteja no assento frontal, mas há ainda a possibilidade de se localizarem nas portas. Já os laterais, que protegem de colisões entre os ocupantes ou ainda em caso de capotamento, são menos comuns e costumam ser mais caros. Há ainda os do tipo cortina, que são instalados na tampa do porta-malas e evitam que estilhaços do vidro traseiro machuquem.

Assistência é alternativa para vidraceiro e outros serviços

Quer ainda mais segurança? Caso você não tenha uma reserva financeira para emergências, uma boa alternativa é fazer um seguro. Assim, urgências podem ser resolvidas de forma rápida e com garantia.

É o caso do Vivo Multiassistência, que oferece serviços de profissionais especializados e de confiança para consertos e reparos emergenciais ou serviços de manutenção em residência. Problemas hidráulicos e elétricos, vidraceiros e chaveiros estão entre os trabalhos oferecidos pela assistência residencial.

> Vivo Multiassistência: Garanta eletricista, vidraceiro e conserto de eletrodomésticos para casa

Gostou das dicas sobre airbags? Compartilhe!

como economizar na limpeza
Como tirar manchas de mofo e bolor da parede
Homem procurando uma casa de família para deixar seu cachorro.
Homem consertando o próprio carro e fazendo o pedido de produtos automotivos.
ipva mato grosso do sul
Deso é a companhia de água do Sergipe