Vivo
 
por Vivo Seu Dinheiro

Adequar padrão de vida à sua renda é essencial

A- A+

O momento de obter a independência financeira é aguardado com ansiedade pela maioria dos jovens. Mas quando ele chega, é comum que ocorra uma dificuldade em adequar o padrão de vida à nova realidade, que ainda é instável e de poucos recursos.

É por isso que, para Farney Coutinho Moreira, educador financeiro do Instituto Alcance, é importante que os pais conversem com os filhos desde cedo sobre as finanças, para que eles estejam preparados mais tarde e possam controlar o seu próprio orçamento de maneira independente.

Como se adequar o padrão de vida

A nova realidade pode ser difícil no início, mas exige que você entenda o que ela significa. O primeiro passo é  conhecer a sua renda, as despesas que são indispensáveis e identificar quais vão ser as mudanças necessárias para que não falte dinheiro ao fim do mês.

“Tem gente que passa a vida sem nem sequer saber quanto ganha e quanto gasta, e o que realmente sonha, se sentindo constantemente frustrada”, explica o educador financeiro Pedro Braggio, especialista em consultoria financeira familiar.

Esse sentimento é uma consequência da insatisfação por não conseguir alcançar as realizações pessoais, que costumam estar ligadas ao poder aquisitivo. Ou seja, ao mesmo tempo em que não há uma noção do quanto realmente se pode gastar, a relação estabelecida com o dinheiro é de dependência.

Para adequar seu padrão de vida à nova realidade, mantenha o controle das finanças. Foto: iStock, Getty Images

Para adequar seu padrão de vida à nova realidade, mantenha o controle das finanças. Foto: iStock, Getty Images

Padrão de vida x qualidade de vida

Nesse processo de adequação, estabelecer uma condição consciente de consumo é fundamental para que você consiga entender quais são os limites que a sua renda impõe e mesmo diferenciar as necessidades dos desejo de compra. Disciplina, paciência e determinação são importantes para que essas mudanças aconteçam.

Ao invés de buscar um padrão que não condiz com a sua realidade, busque descobrir quais são os itens de que você não abre mão para manter a qualidade de vida não só agora, mas também mais tarde. Conforme lembra Farney, é preciso economizar desde cedo.

O ideal é que você consiga reservar 10% da sua renda mensal e encontre um modelo de aplicação que permita esse dinheiro render ao longo dos anos. Os benefícios vão ser sentidos mais tarde e implicam em mais tranquilidade e conforto.

Segurança para você

Com o seu padrão de vida adequado à renda disponível, é possível pensar no futuro. Em parceria com a ACE seguradora, a Vivo oferece seguros de vida com diversos benefícios, como minutos grátis para falar de Vivo para Vivo nos finais de semana, além de sorteios mensais pela loteria federal. Tudo isso com a comodidade de pagar o seguro através da fatura do celular.

> Seguros para Você: Conheça seguros de vida e acidentes pessoais

Gostou das dicas para adequar o seu padrão de vida? Compartilhe!

Dicas para quem pensa em vender bens para pagar dívidas
seudinheiro-Compras-de-supermercado
É importante entender de finanças bem antes de sair de casa.
sair da casa dos pais
sonho de consumo
app para gastos pessoais